Quinta-Feira , 20 Junho 2019
0
0
0
s2sdefault

Fotos: Max Haack/Secom

As pessoas em situação de rua de Salvador ganharam mais um instrumento de apoio e promoção da cidadania, oferecida pela Prefeitura: a Unidade de Acolhimento Institucional (UAI) Barris, que vai funcionar 24 horas por dia na Rua Conselheiro Spínola, número 2, vizinho ao Centro de Referência de Atenção à Mulher Loreta Valadares (CRLV). A estrutura foi inaugurada nesta terça-feira (28) pelo prefeito ACM Neto e pelo vice, Bruno Reis, além do secretário municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Léo Prates, demais autoridades, corpo técnico e imprensa.

A UAI dos Barris é gerenciada através de convênio municipal com a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra), e terá capacidade para 50 pessoas em situação de vulnerabilidade e risco social, sendo 16 mulheres e 34 homens. Além de um endereço para utilizar como referência, os acolhidos terão direito a três refeições diárias e atendimento psicossocial, com foco no fortalecimento de vínculos e na inclusão. O acesso ao serviço acontece através de encaminhamento feito por estruturas como os Centros de Referência Especializados para População em Situação de Rua (Centros POP).

O prefeito lembrou que a estrutura é parte integrante do programa Sempre Cidadão, lançado este mês e que é considerado o maior programa de atuação e auxílio à população de rua da história de Salvador, com investimentos na ordem de R$64 milhões. “São diversas ações conjuntas para mudar, em pouco tempo, a perspectiva dessas pessoas que vivem nas ruas na cidade. Uma dessas ações está sendo concretizada hoje com esta unidade, onde os acolhidos vão poder passar até nove meses tendo todo o apoio terapêutico, psicológico e médico e, sobretudo, o estímulo para que, em pouco tempo, tenham condições voltar para o ambiente das famílias, conseguir um emprego e se reinserir na sociedade”, relatou ACM Neto.

Demais avanços – O secretário Léo Prates aproveitou para anunciar que, até julho, a UAI de Amaralina será adaptada para receber também os moradores de rua com animais de estimação. “Muitos deles não querem ser acolhidos porque, como perdem os vínculos familiares, acabam estabelecendo esse vínculo com o animal. Então, dentro desse trabalho de amor e convencimento, será feita, pela primeira vez, essa ação”.

Ele também lembrou que a UAI Barris faz parte do processo de expansão do acolhimento institucional pelo município, das atuais 500 para 700 vagas. Além disso, também estão sendo feitas articulações para inserir os moradores de rua no mercado de trabalho. No total, a Prefeitura é responsável por nove UAIs.

 Serviços - Os serviços ofertados na UAI são de acolhida/recepção, escuta, desenvolvimento do convívio familiar e grupal e social, estudo social, apoio à família na sua função protetiva, cuidados pessoais, orientação e encaminhamento para a rede de serviços locais com resolutividade e construção de plano individual e/ou familiar de atendimento. A unidade realiza, também, serviços de orientação sociofamiliar, elaboração de relatórios e/ou prontuários, trabalho interdisciplinar, diagnóstico socioeconômico, orientação para acesso à documentação pessoal e atividades de convívio e de organização da vida cotidiana.

A lista engloba ainda mobilização, identificação da família extensa ou ampliada, mobilização para o exercício da cidadania e articulações com a rede de serviços socioassistenciais, com os serviços de outras políticas públicas setoriais e de defesa de direitos, e interinstitucional com os demais órgãos do Sistema de Garantia de Direitos (SGD).

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Mais uma localidade de Salvador será beneficiada com a entrega de 125 casas completamente reformadas pelo programa Morar Melhor. Desta vez, o bairro beneficiado é Pirajá, na Rua Alto da Bela Vista, e a cerimônia, que contará com a presença do prefeito ACM Neto, acontece às 18h30.

Desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), o Morar Melhor contempla cada residência com melhorias no valor de até R$5 mil. As intervenções envolvem troca de telhado, instalação de esquadrias, substituição de louças sanitárias, reboco e pintura.

Mais de 80 localidades já foram atendidas em toda a cidade pelo programa, que teve início em 2015. As mais recentes comunidades beneficiadas com a reforma das casas foram Estrada das Barreiras e Tancredo Neves, onde foram contempladas 368 casas.

Até 2020, a Prefeitura pretende reformar 40 mil casas que estiverem em estado de precariedade. Desde o início do programa, já foram requalificadas mais de 24 mil residências.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O vice-prefeito e secretário de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Bruno Reis, vai vistoriar o andamento da construção do novo Centro de Convenções de Salvador, acompanhado por uma comitiva de vereadores, nesta terça-feira (14), às 15h.   

“Vamos mostrar aos legisladores que o trabalho no canteiro está a todo vapor, com 40% da obra concluída. Ao ficar pronto, ainda neste ano, o equipamento vai movimentar a economia, aquecendo o turismo de eventos e negócios, que vai gerar muitos empregos na cidade”, afirmou Bruno Reis. 

O Centro de Convenções será o terceiro maior do país, com capacidade para receber 14 mil pessoas ao mesmo tempo em congressos. O empreendimento contará com 37 mil metros quadrados de terreno construído, em uma área de pouco mais de 103 mil metros quadrados.  

Com três pavimentos, 100% climatizado e com acessibilidade, o equipamento terá dois locais para shows, cada um com capacidade para 20 mil pessoas, um externo e outro interno, com 28 camarotes de 50 metros quadrados - moduláveis para atender aos dois espaços multiúsos. 

Os camarotes poderão se transformar em salas de reunião quando não houver shows. O novo centro contará também com oito auditórios moduláveis de 800 metros quadrados cada, além de estacionamento para mais de 1,4 mil veículos.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A população em situação de rua de Salvador vai ganhar um inédito conjunto de ações da Prefeitura que envolve oferta de serviços e ações complementares de suporte à rede socioassistencial a este público. O projeto Sempre Cidadão terá os detalhes apresentados pelo prefeito ACM Neto e pelo secretário municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Léo Prates, nesta terça-feira (14), às 10h, no Palácio Thomé de Souza, no Centro. 

Com investimento que supera os R$60 milhões, o objetivo é assegurar as diretrizes do Sistema Único da Assistência Social (Suas) e a Política Municipal da População em Situação de Rua. As medidas englobam a ampliação do número de vagas de acolhimento, a criação do Serviço Especializado de Abordagem Social, a reestruturação do Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da Política Municipal para População em Situação de Rua (Ciamp-Rua) e o novo censo para moradores em situação de rua da cidade, dentre outras ações.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Para dar mais um importante passo no enfrentamento à desigualdade social histórica em Salvador, a Prefeitura encaminhou à Câmara de Vereadores, nesta quinta-feira (9), o projeto de lei que normatiza o Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Os detalhes do documento foram apresentados pelo prefeito ACM Neto e pelo secretário municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza, Leo Prates, em cerimônia realizada no Palácio Thomé de Souza. 

Estiveram presentes também no evento o vice-prefeito Bruno Reis e o presidente da Câmara, Geraldo Júnior; entre outras autoridades. A iniciativa visa garantir melhorias nos programas e benefícios oferecidos pelo município no campo da assistência social. “Esse é um projeto muito importante, pois unifica, organiza e amplia o conjunto de benefícios sociais para a cidade. Estamos falando de dar assistência e apoio direto às pessoas mais pobres e que vivem em situação de vulnerabilidade social plena, em uma cidade que ainda é muito marcada pela desigualdade e pela pobreza”, destacou ACM Neto. 

O SUAS engloba cinco outros decretos e leis já em curso na capital baiana, e a execução se dará por intermédio da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre). O projeto prevê, entre outros pontos, a modernização da legislação, normatização da política de serviços e ações voltadas para a assistência social, abrindo novos espaços de diálogos com a sociedade civil e fomentando maior envolvimento dos entes envolvidos no âmbito do programa. 

A medida prevê ainda a otimização dos recursos humanos e orçamentários, além da ampliação dos direitos dos assistidos e dos mecanismos para garantir a transparência de todo o processo. “Este é considerado o projeto de lei mais importante do município na área da assistência social. A normatização vai, inclusive, com o enquadramento, possibilitar a ampliação do acesso ao crédito junto ao governo federal, pois é uma exigência da Lei Nacional do SUAS”, disse Leo Prates. 

Principais avanços – De acordo com o titular da Sempre, dentre os avanços consolidados pela proposta constam benefícios eventuais referentes à natalidade, logística, alimentação, moradia, documentação e outros complementos. O texto traz ainda destaque para a participação mais efetiva junto à população de rua, vítimas de violência, LGBT e demais grupos em situação de vulnerabilidade. Um exemplo disso é a concessão do Aluguel Social também para moradores de rua, assim como para mulheres e LGBTs vítimas de violência e em risco de morte. 

Há ainda menção à ampliação do acesso a concessão de benefícios para um perfil de renda familiar, passando de um quarto para meio salário mínimo. Além disso, o documento propõe o reajuste do Aluguel Social em até 35% do valor do salário mínimo. Um novo benefício complementar é previsto para pessoas em situações de pobreza e extrema pobreza, violação de direitos, e vulnerabilidade social, sujeitos ao recebimento do auxílio moradia ou inserção em programas habitacionais. 

O valor em questão põe chegar a três salários mínimos, com o objetivo de garantir melhores condições de vida a quem está recebendo uma unidade habitacional. A medida possibilita, por exemplo, a aquisição de utensílios domésticos por quem recebeu uma nova residência através de programa habitacional e não tem condições financeiras para comprar essas produtos. 

Na esteira dessa decisão, o auxílio funeral também ganha um incremento. Além da concessão de caixão e vaga em cemitério municipal, deverá ser oferecido também oferecendo transporte para familiares dos falecidos irem até o local do sepultamento.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O projeto de lei que normatiza a política de assistência social em Salvador – o SUAS (Sistema Único de Assistência Social) - será apresentado às 9h30 desta quinta-feira (9) pelo prefeito ACM Neto, no Palácio Thomé de Souza. O evento contará com a presença do secretário de Promoção Social e Combate à Pobreza, Léo Prates, do presidente do Legislativo municipal, Geraldo Júnior,demais vereadores, gestores e lideranças.

A iniciativa visa garantir melhorias nos programas e benefícios oferecidos pelo município no campo da assistência social, assegurando direitos para pessoas em situações de pobreza e extrema pobreza, violação de direitos e vulnerabilidade social.

O SUAS engloba cinco outros decretos e leis já em curso na capital baiana, e sua execução se dará por intermédio da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre). O projeto prevê, entre outros pontos, a modernização da legislação, normatização da política de serviços e ações voltadas para a assistência social, abrindo novos espaços de diálogos e fomentando maior envolvimento dos entes envolvidos no âmbito do sistema.

A medida prevê ainda a otimização dos recursos humanos e orçamentários, além da ampliação dos direitos dos assistidos e dos mecanismos para garantir a transparência de todo o processo.

Dentre os avanços consolidados pela proposta constam benefícios eventuais referentes à natalidade, logística, alimentação, moradia e documentação. O texto contém ainda destaque para a participação mais efetiva junto à população de rua, vítimas de violência, LGBT e demais grupos em situação de vulnerabilidade. Há ainda menção à ampliação do acesso a concessão de benefícios para um perfil de renda familiar, passando de um quarto para meio salário mínimo.

“Um novo auxílio complementar é previsto para pessoas em situações de pobreza e extrema pobreza, violação de direitos, e vulnerabilidade social, além do aumento do auxílio moradia em até 35% do valor do salário mínimo, uma reivindicação constante que queremos resolver o quanto antes, pois melhorar a vida da população carente é um dos maiores compromissos da nossa gestão”, destaca Léo Prates.

Complementar - Saindo na frente de outros órgãos no país, a Sempre inova na criação de um benefício complementar exclusivo para cidadãos e famílias em situação de vulnerabilidade e sujeitos ao recebimento do auxílio moradia ou inserção em programas habitacionais. O valor em questão pode chegar a três salários mínimos, com o objetivo de garantir melhores condições de vida.

Na esteira dessa decisão, o auxílio funeral também ganha um incremento, oferecendo transporte para familiares dos falecidos. A ampliação do auxílio moradia compreende um reajuste de 35% do valor do salário mínimo.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

"Uma Jornada Transformadora – Valorizando o Protagonismo dos Jovens e Criando Oportunidades no Mundo do Trabalho". Este é o tema do encontro que será realizado pelo Parque Social nesta terça-feira (07), às 9h30, na área externa do Palácio Thomé de Souza. A ação, que contará com a presença do prefeito ACM Neto, tem como objetivo realizar a certificação dos 300 jovens concluintes do projeto Jovem Aprendiz Empreendedor 2018 e celebrar a chegada de 300 integrantes do ciclo 2019/2020.    

O evento contará também com a participação da presidente de honra do Parque Social, Rosário Magalhães. É parte integrante também do encontro a palestra “Mente de Campeão”, que será ministrada por Yang Mendes, fundador da primeira escola de comunicação oral da Bahia. Através do estudo de diversas biografias e de histórias reais de superação, a palestra busca inspirar e estimular a mente das pessoas a serem treinadas para uma mentalidade campeã. 

Como funciona - O Jovem Aprendiz Empreendedor é voltado para adolescentes e jovens com idade de 14 a 22 anos, integrantes da rede pública de ensino regular ou concluinte do ensino médio. Eles são contratados como trabalhadores formais, que recebem capacitação continuada, perfazendo um total de 1.280 horas teórico-práticas, durante 17 meses, além da participação em atividades transversais no sentido de ampliar seu olhar para questões humanitárias e de cidadania. 

O projeto é resultado de parceria firmada entre o Parque Social e a Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel), para execução do Programa de Aprendizagem Profissional no Município do Salvador, em observância a Lei Municipal nº 9.376/2018, aprovada pela Câmara Municipal  em 2018, tornando-se política pública. 

Fiscalizado pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego na Bahia, o projeto proporciona aos jovens a inserção no mercado de trabalho, respeitando sua condição de pessoa em desenvolvimento, formando mão de obra qualificada e ciente dos seus direitos, além de contribuir com a redução da evasão escolar, dos indicadores de violência e o aumento da renda familiar.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura promove nesta segunda (29) mais duas iniciativas em prol da requalificação e reocupação do bairro do Comércio. Às 14h, o prefeito ACM Neto inaugura a nova sede da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), localizada no Edifício Cidade do Salvador, na Avenida EUA, número 397, Comércio. Logo depois, às 15h, o prefeito inicia as obras de requalificação da Praça Marechal Deodoro, a maior do bairro.  

Com o objetivo de estimular a ocupação do Comércio, uma das iniciativas da Prefeitura é a mudança de secretarias e órgãos da gestão municipal para a região. Além da SPMJ, isso vai acontecer com várias outras pasta, em processo que já está em andamento. A antiga sede da SPMJ ficava localizada na Avenida Joana Angélica. A nova possui 506 metros quadrados planejados para receber toda estrutura da instituição.  

Praça - A requalificação da Praça Deodoro receberá um investimento de R$4,1 milhões, com projeto da Fundação Mario Leal Ferreira (FMLF), e vai atingir, inclusive, a confluência da Avenida Jequitaia com a Travessa Cais do Ouro e Rua Torquato Bahia. O projeto envolve a restauração do Monumento das Nações. 

A praça da "mãozinha" abriga atualmente um grande ponto de parada de ônibus e vinha sofrendo com o processo de degradação e deterioração física das calçadas, dos mobiliários urbanos existentes, além de problemas como inadequada acessibilidade e iluminação precária. Para a requalificação, serão feitas intervenções urbanísticas e de infraestrutura urbana, de forma a garantir a qualidade do equipamento para o uso dos soteropolitanos e turistas. 

As obras trarão melhoras na mobilidade com a implantação de faixa de pedestres, novas calçadas com pavimentação adequada, pista tátil direcional e de alerta e rampas, visando garantir a acessibilidade universal. Além disso, a Prefeitura fará o dimensionamento do número de abrigos de ônibus, adequação e qualificação de pontos de parada, implantação de baia na parada de ônibus e ordenamento dos estacionamentos de veículos. 

Para garantir a comodidade e conforto da população, serão colocados mobiliários urbanos, como bancos e lixeiras, além de elementos de segurança como guarda-corpo e balizadores. Toda a área verde da praça receberá tratamento paisagístico, e o comércio formal e informal que hoje atua no espaço será ordenado de forma a facilitar a circulação de pedestres. 

História - Antigamente conhecida como Praça do Cais do Ouro, a Marechal Deodoro foi construída no final do século 19 e chegou a abrigar uma das feiras mais populares da cidade. No início do século 20, a área foi urbanizada e ganhou o nome do primeiro presidente da República.  

Em 2000, o espaço ganhou o Monumento das Nações, uma escultura de mãos entrelaçadas, com referência ao elo cultural entre a América do Sul e Central e a Península Ibérica. A peça é de autoria do artista plástico Kennedy Salles, feito em granito e fibra de vidro, com 3,9 m de altura, em homenagem à Associação Iberoamericana de Câmaras de Comércio (AICO).  

Outras ações - Seguindo a estratégia de requalificar o Comércio, a Prefeitura tem promovido várias outras ações no bairro. Já inaugurou, por exemplo, a nova Praça da Inglaterra e instalou o Hub Salvador, além de iniciar as obras de revitalização da Praça Cairu e da Rua Miguel Calmon.  

Em breve, essa parte da cidade vai receber ainda o Pólo de Economia Criativa, o Arquivo Público Municipal e a Casa da História de Salvador. E mais: a Prefeitura, além de transferir órgãos públicos municipais para a região, vai lançar um plano de habitação para o Comércio envolvendo o reutilização de imóveis abandonados. O plano está em fase de elaboração pela FMLF. 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto assina neste sábado, às 10h, no deck do Forte Santa Maria, o decreto municipal que cria o Parque Municipal Marinho da Barra, área situada na entrada da Baía de Todos-os-Santos. O parque fica entre dois fortes: o próprio Santa Maria e o Santo Antônio (Farol da Barra), em uma região que passará a contar com ações efetivas para a preservação ambiental. 

O decreto prevê a preservação dos resquícios históricos do local, regras para o controle de pesca, do trânsito de embarcações motorizadas e atividades que causem impactos negativos ao ecossistema marinho. Além das ações de preservação, haverá uma preocupação com o fomento de atividades ligadas ao turismo ecológico, pesquisas científicas e práticas de educação ambiental, em uma iniciativa coordenada pela Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis). 

Pioneiro no país, o Parque Municipal Marinho terá uma área de 701.799,48 m², englobando três naufrágios que ocorreram na região da Barra nos séculos XIX e XX: o Bretagne (1903), Germânia (1876) e o Miraldi (1875). O parque foi idealizado por um grupo de moradores da Barra, admiradores do ambiente marinho, e, desde 2016, a sua criação é apoiada pela Secis. 

Segundo pesquisadores, um dos resultados esperados com a criação do parque, previsto no PDDU e Louos, é o repovoamento da área por espécies de peixes que deixaram de existir no local ou que estão cada vez mais raros. O aumento dessas espécies vai beneficiar, inclusive, regiões próximas. Atividades como mergulho de contemplação, surf, SUP, barcos à vela, natação e outras que não gerem prejuízos continuarão sendo realizadas no local. 

Audiência – Em novembro de 2018, a implantação do Parque Municipal Marinho da Barra foi discutida em audiência pública realizada no Instituto de Biologia da UFBA, em Ondina. Participaram especialistas em meio ambiente, representantes do 2º Distrito Naval da Marinha, moradores do bairro e estudantes, além de representantes da Prefeitura. O projeto de implantação da área de conservação foi elaborado com base em estudos desenvolvidos pela Ufba, Unifacs e IFBahiano, além de parceria com o grupo Fundo da Folia.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Um projeto que visa inserir, ainda mais, a moda como elemento de identidade cultural da primeira capital do Brasil. Essa é a proposta do Salvador Fashion Race (SFR), que será lançado nesta segunda-feira (15), às 10h, no Cinema do Shopping Barra, pelo prefeito ACM Neto.
 
Trata-se de um reality show, que vai ao ar no canal oficial da cidade (), cujo objetivo é também revelar novos estilistas locais, exaltando a influência da moda na cidade e vice-versa. A ação é realizada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), com patrocínio do Shopping Barra, apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e produção da Casa Salvador.
 
“Além de gerar um conteúdo interessantíssimo para as plataformas digitais da cidade, o Salvador Fashion Race traz uma leitura que alguns baianos não estão acostumados a ver na capital baiana, que é a da indústria da moda. Uma indústria super criativa e que representa bem a Bahia, ressaltando nossa cultura e nossa identidade”, avalia o prefeito ACM Neto.
 
Gestor da Secult, Claudio Tinoco explica que, assim como o Desafio Cozinha Raiz, este projeto tem o objetivo de apresentar a capital baiana para o mundo, desta vez, enaltecendo a indústria da moda. Esta é também uma forma de promover Salvador no âmbito do turismo, já que apresenta a cultura baiana através das peças.
 
“Este projeto é uma grande janela para os talentos locais, que sonham em levar a baianidade para passarelas do mundo todo. Como uma via de mão dupla, Salvador servirá de inspiração para os participantes, do mesmo jeito que os designers de moda serão para quem anseia visitar a cidade”, frisa Tinoco.
 
Reality - O reality tem como mentora a estilista baiana Juliana Herc e contará com cinco duplas formadas por um designer de moda e um influenciador digital, que foram selecionados por uma curadoria.
 
Com 20 episódios, no total, o formato do reality terá: quatro desafios, que irão de montagem de looks para a produção de fashion films em pontos turísticos da cidade, até a participação no desfile final, com a produção de moda de todas as duplas participantes; e, o último episódio, com a divulgação da dupla vencedora.
 
Como premiação para a melhor dupla, o designer ganhará um mês de estágio no atelier da estilista baiana Juliana Herc, em Portugal, e o(a) blogueiro(a) receberá uma viagem de sete dias para Portugal, além de também participar de um projeto com Juliana Herc.
 
Os nomes dos participantes da websérie já foram confirmados. Os estilistas participantes serão Alex Milanny (@abanto.oficial), Tamara Nascimento (@ta19mi), Teodoro (@queenofcajazeiras), Joice Fischer (@joiceefischer) e Kívia Souza (@kaolliada). Já os influenciadores serão Carla Aragão (@gordaroupa), Fernanda Medeiros (@februxa), João Caldas (@joao_ccaldas), Iasmine Fernandes (@vamoscachearomundo) e Carol Gonçalves (@blogmulhermelhore).
 
O Salvador Fashion Race é mais um projeto do eixo Cidade Criativa do programa Salvador 360, e também conta com o apoio da Soul Dila e da Air Europa.

 

embed video plugin powered by Union Development
0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Foto: Bruno Concha/Secom

Moradores dos bairros de Santa Cruz e Nordeste de Amaralina participaram, nesta segunda-feira (8), de um debate para obter esclarecimentos e tirar dúvidas sobre o trecho 1 do projeto BRT. O evento aconteceu no auditório do Parque Social, no Parque da Cidade, e também contou com a presença de representantes da Ouvidoria Geral do Município, Secretaria de Mobilidade (Semob) e Prefeitura-Bairro Barra/Pituba. 

A atividade foi conduzida pelo gestor de Sustentabilidade do Consórcio BRT Salvador, Cléber Esteves. Ele enfatizou que o novo sistema de transporte em implantação na capital baiana não se trata apenas de um projeto de infraestrutura, mas de uma intervenção que vai impactar toda a população da cidade, trazendo desenvolvimento econômico e social, segurança pública, lazer e mobilidade. 

Na prática, o projeto prevê a valorização paisagística e dos bairros abrangentes ao projeto; criação de áreas verdes, com a construção de parques lineares e ciclovia, incentivando a ocupação dos cidadãos os espaços públicos; redução de acidentes, com a implantação de passarelas; melhorias no sistema de drenagem, diminuindo risco de enchentes; iluminação em LED e instalação de equipamentos de monitoramento nas estações e terminais. 

O trecho 1, cuja obra segue em andamento entre o Iguatemi e o Parque da Cidade, possuirá extensão de 2,9 quilômetros e contará com sete elevados, além de duas estações (uma no Cidadela e outra no Hiper). 

O BRT, explicou Cleber, será construído visando atender à demanda de 25 mil a 30 mil passageiros por hora, no horário de pico. Todos os ônibus articulados, que circularão pelo corredor exclusivo de tráfego, serão climatizados e terão capacidade para 170 pessoas. “É uma tecnologia 100% nacional e se diferencia de outros transportes sobre trilhos, como metrô e VLT, por apresentar menor custo de operação e manutenção”, disse ele, acrescentando que o modal será integrado à rede de sistema de transporte público da cidade. 

Moradora de Santa Cruz, Vera Lúcia Teixeira, 64 anos, pode entender melhor como será o funcionamento do BRT na cidade. “Esse debate é sinal de que a comunidade está sendo respeitada. Foi esclarecedor e espero que mude mesmo a mobilidade para principalmente quem mora aqui na região”, disse. 

Para o líder comunitário da Chapada do Rio Vermelho, Gil de Leon, 48, o BRT vem em boa hora. “Algo precisava ser feito na Avenida ACM, o que vai trazer impactos positivos aos bairros adjacentes. Não tenho carro e me desloco muito na cidade para cumprir compromissos. Saber que o tempo de deslocamento do Iguatemi até a Lapa em apenas 16 minutos, quando o segundo trecho foi entregue, é uma maravilha. Vou duas vezes na semana até Lauro de Freitas. Quando tudo estiver integrado então...vai mudar por completo minha rotina.” 

Nesta quinta (11), mais um encontro para esclarecimentos do projeto BRT acontecerá na comunidade do Candeal. A série de debates já acontece na Polêmica e Alto do Saldanha e integra o projeto de Comunicação Social do Consórcio BRT Salvador, formado pela Camargo Correa Infraestrutura S.A., Construções e Comércio Camargo Correa S. A. e Geométrica Engenharia de Projetos Ltda.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Fotos: Jefferson Peixoto/Secom

Mais um grande show marcou os 470 anos de Salvador. Na noite deste sábado (30), o palco foi a Praça da Revolução, em Periperi, no Subúrbio Ferroviário. O axé das antigas de Bell Marques e o romantismo, com toque de "sofrência", de Solange Almeida, arrastou uma multidão.

Nem mesmo a chuva impediu que milhares de soteropolitanos participassem da festa em comemoração ao aniversário da capital mais antiga do Brasil. Além do público presente na praça, moradores de prédios e casas do entorno também prestigiaram os shows das varandas e janelas, com cartazes de saudações aos artistas.

Quem abriu a festa foi o cantor Bell Marques. Fã de carteirinha do artista, a doméstica Valdete Paiva, 39 anos, estava radiante com a presença do ídolo. "Era 'chicleteira', agora sou 'belzeira'. Amei a escolha da atração e amei mais ainda que escolheram o nosso Subúrbio", disse ela.

A comemoração atraiu soteropolitanos de toda a Salvador. O casal de administradores Lídia Ligel, 35 anos, e Adriano Ângelo Silva, 36 anos, saiu de Brotas, onde moram, para prestigiar o show no Subúrbio. "Ninguém melhor que Bell para cantar hoje aqui. Ele que faz parte da história da música da nossa cidade. Não tinha melhor forma de homenagear Salvador", afirmou Ligel.

Alegria - Assim que subiu ao palco, Bell Marques comentou sobre a alegria de cantar em Periperi. "Esse bairro faz parte da minha vida, da minha história. Estou muito feliz em poder cantar para minha cidade", declarou. Por quase duas horas, ele cantou seus sucessos consagrados levando a multidão ao delírio.

Após se esbaldar com os clássicos da axé music, o público dançou juntinho ao som das músicas românticas da cantora Solange Almeida, que também comentou sobre a satisfação de participar da festa de aniversário de Salvador.

Os shows integram a programação do Festival da Cidade, que começou na quinta-feira (21) e seguem até amanhã (31). A programação musical gratuita se encerra neste domingo, a partir das 15h, com o desfile do trio comandado por Ivete Sangalo, que ocorrerá entre o Clube Espanhol e o Farol da Barra, na orla da capital. Além de Ivete, no mesmo dia, os grupos Filhos de Gandhy, Cortejo Afro, Muzenza e Malê de Balê também desfilam no trajeto.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Centro Comunitário Mãe Carmen, construído pela Prefeitura nas instalações do Ilé Iyá Omi Àse Iyamasé, popularmente conhecido como Terreiro do Gantois, na Federação, será inaugurado nesta sexta-feira (29), às 16h30, dentro da programação de entregas que marcam o aniversário de 470 anos de Salvador.   

A estrutura dará suporte aos projetos sociais que já ocorrem na casa, ampliando o atendimento à população do bairro e localidades adjacentes. O centro comunitário leva o mesmo nome da ialorixá do templo religioso e foi projetado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF). Para as obras, foram investidos R$ 886.308,16. 

A unidade possui um salão com capacidade para 50 pessoas no primeiro andar, uma sala para cursos, uma sala para percussão e leitura e um consultório médico. Conta com divisórias que podem ser instaladas ou removidas conforme a necessidade de ampliação de espaço para eventos. Também foram implantados sistema elétrico, telefônico, de esgoto e águas pluviais, além de equipamentos de segurança contra incêndio e paisagismo. 

História - Os terreiros de candomblé são lugares de transmissão de conhecimentos religiosos, de preservação de memórias ancestrais e das línguas africanas. Um dos mais importantes do país, o Terreiro do Gantois se constituiu ao longo do século como um espaço sagrado de longa expressão religiosa, mantendo os costumes e os legados milenares dos povos Iorubá (Abeokutá). 

O santuário foi fundado em 1849 pela africana Maria Júlia da Conceição Nazareth e preserva o culto aos orixás, seguindo uma tradição matriarcal com base na estrutura familiar de manutenção dos laços parentais - ou seja, é comandado por uma Ialorixá (sacerdotisa), cargo máximo ocupado apenas por mulheres iniciadas e que tenham laços de parentesco com as fundadoras. A escolha da sucessora se dá, após a morte da mãe, por meio de um rito de consulta aos orixás, através do jogo de búzios. 

Já assumiram as ialorixás Maria Júlia da Conceição Nazareth; Pulchéria Maria da Conceição Nazareth, ou Pulchéria de Oxóssi; Maria da Glória Nazareth; Maria Escolástica da Conceição Nazaré, conhecida como Mãe Menininha do Gantois, que presidiu a casa por 60 anos e ganhou reconhecimento e destaque como uma das lideranças religiosas mais importantes do paí;, e Cleusa Millet (filha de Mãe Menininha). A atual sacerdotisa é Carmen Oliveira, a Mãe Carmen do Gantois, que assumiu o trono desde 2002. 

O Terreiro do Gantois ocupa uma área de cerca de 3.600 m², entre a parte cumeada do morro e o vale, e sempre esteve aberta para receber gente de todas as origens e classes sociais. O nome africano da casa (Ilê Axé Iyá Omin Iyamassê) faz alusão a uma divindade feminina, senhora das águas. Já o nome popular refere-se ao antigo proprietário do terreno onde está estabelecido o terreiro, o traficante de escravos belga Édouard Gantois. 

Na parte alta, o templo principal é formado por salão de festas públicas, clausura, cozinha sagrada, sala-refeitório, vestuário e cômodos residenciais. Como anexo ao templo, há o Memorial Mãe Menininha do Gantois, além de santuários de Omolu, Ogum e Exu. Há ainda uma gameleira sagrada associada a Iroko e uma jaqueira sagrada dedicada a Ogum. Na encosta há uma vegetação densa onde há plantas utilizadas nos rituais, um santuário para Oxum, uma fonte e residências de membros da comunidade de culto.  

O terreiro foi reconhecido como Área de Proteção Cultural e Paisagística pela Prefeitura Municipal de Salvador, através da lei nº 3.590 de 16/12/1985, e tombado pelo Iphan como Patrimônio Histórico e Etnográfico do Brasil, via portaria nº 683 de 17/12/2002.

 

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Mais uma obra de contenção de encosta será entregue pelo prefeito ACM Neto, às 15h desta sexta-feira (29), na Rua José Sales, na Fazenda Grande do Retiro (após o fim de linha de Bom Juá). O evento integra as comemorações de 470 anos da fundação de Salvador. A estrutura possui 1.246 metros quadrados e beneficiará famílias que possuem casas próximas ao local, em região que era de alto risco, proporcionando mais tranquilidade e segurança em dias de chuva.  

A encosta ganhou contenção de concreto e solo grampeado, técnica para evitar deslizamentos de terra. A intervenção foi realizada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), com recursos provenientes do Ministério da Integração Nacional. O investimento foi de R$ 1.748.385,47. 

Mais ações - Outras cinco obras serão entregues à população ainda durante as celebrações do aniversário da capital. Neste sábado (30), o prefeito ACM Neto inaugura a contenção da encosta do Beco do Cirilo (Rua José Marinz Pinto), na Estrada da Rainha. A estrutura também conta com solo grampeado e contou com investimento de R$ 1,331 milhão. 

Nos próximos dias, a Prefeitura entregará também as contenções das encostas localizadas nas ruas Henrique Marques e do Ocidente, ambas situadas na comunidade do Marotinho; na Rua Bom Juá, localizada às margens da BR-324; e na Rua Candinho Fernandes, na Fazenda Grande do Retiro. 

Desde 2013, a gestão municipal realizou 59 obras de contenção em diferentes áreas da cidade, totalizando R$ 70.387 milhões em investimentos.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Na semana em que é comemorado o aniversário de 470 anos de Salvador, dois bairros carentes da cidade terão 100% das ruas iluminadas em LED: Calabar, na região administrativa da Barra/Pituba, e Nova Constituinte, na do Subúrbio/Ilhas. A iniciativa promovida pela Prefeitura, por meio da Diretoria de Iluminação Pública, ligada à Secretaria de Ordem Pública (Semop), será lançada pelo prefeito ACM Neto nesta quarta-feira (27), às 19h, na Rua Maria Pinho, s/n (pela Avenida Centenário, entrando na via entre o Posto Shell e a Delicatessen Doce Pão), no Calabar.  

Também estarão presentes na ocasião o titular da Semop, Felipe Lucas, e o diretor de Iluminação, Júnior Magalhães, dentre outras autoridades. Com investimento total de R$1,95 milhão, a ação é considerada piloto e tem como intuito contribuir para o aumento da segurança e bem-estar dos moradores de bairros populares, com altos índices de violência e pobreza, através de um sistema de iluminação mais moderno e eficiente. 

No Calabar, a iniciativa vai englobar 634 pontos – sendo 430 luminárias LED de 50W, 103 de 70W e 101 de 100W – em 92 ruas. Em Nova Constituinte, que possui o Índice de Desenvolvimento Humano mais baixo de Salvador, serão 136 ruas que receberão lâmpadas em LED.  

Balanço – Entre os anos de 2013 e 2018, a administração municipal implantou 16.938 novos pontos de iluminação e 60.068 outros foram modernizados – destes, 10.206 foram em LED. Dentre os locais beneficiados com o novo sistema estão vias importantes na cidade, gerando redução de 50% na conta de energia.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Salvador criou, nos meses de janeiro e fevereiro deste ano, 1.598 empregos formais. Os números foram divulgados pela mais recente pesquisa do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. A cidade foi a capital do Nordeste que mais criou postos formais de trabalho e a sexta do país.  

"Essa á uma notícia excelente nessa semana em que Salvador completa 470 anos. São números que refletem que as ações adotadas pela Prefeitura em investimentos públicos e captação de recursos privados têm dado certo. O programa Salvador 360, que estimula a economia nos mais variados setores, é um dos maiores responsáveis por este resultado", avaliou o prefeito ACM Neto.  

Apenas no mês de fevereiro, foram criados 1.160 postos, 73% do resultado observado no bimestre. Foi o mês em que a cidade recebeu um intenso fluxo de turistas, principalmente em função do Carnaval. Nos últimos 12 meses, foram criados na primeira capital do Brasil 6.754 empregos formais. 

"A aposta que a Prefeitura faz no setor turístico, com investimentos diretos em infraestrutura, além de ações e projetos que despertam o interesse do capital privado, a exemplo da construção do novo Centro de Convenções, vai gerar muitos outros resultados positivos no que se refere a emprego e renda na cidade", disse o secretário de Desenvolvimento e Urbanismo, Sérgio Guanabara.  

Entre os setores que se destacaram na criação de empregos podemos nesses dois primeiros meses do ano estão o de serviços (1.280) e o da Construção Civil (1.117). Em contrapartida, os setores do comércio (-601) e da indústria de transformação (-180) apresentaram os maiores saldos negativos.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Acontece nesta terça-feira (26), no Hotel Deville, em Itapuã, o 3º Encontro de Desenvolvimento de Lideranças de Alta Performance, realizado pela Prefeitura. O evento, que faz parte do Programa de Valorização do Servidor e integra a programação de 470 anos da cidade, terá a participação do apresentador Luciano Huck.    

A programação tem início às 8h30, com 30 minutos de credenciamento. A apresentação de abertura será com o coaching e CEO da Sempre Avante, Daniel Galvão, trata do tema “A Força do Campeão”. 

Na primeira edição, em 2017, o encontro teve as presenças do ex-padre Zeca de Mello e do técnico campeão olímpico de vôlei Bernardinho. Em 2018, foi a vez do  administrador Max Gehringer e do ex-oficial do Batalhão de Operações Policiais Especiais do Rio de Janeiro (Bope) Paulo Storani.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto entrega a Praça da Rotatória de Cajazeiras V nesta sexta-feira (15), às 18h30. O equipamento, que foi totalmente requalificado, tem investimento total de de R$ 208.313,04. Desde janeiro, a Prefeitura já entregou 30 praças construídas do zero ou reformadas para a população, ultrapassando 200 unidades em toda a gestão. 

A praça tem área total de 1.810 metros quadrados. Dispõe de 636 metros quadrados de área verde, parque e espaço infantil, mesas de jogos, bancos antivandalismo, palco para eventos, quiosque de apoio, academia de saúde, paisagismo e comunicação visual. 

A parte de iluminação recebeu instalação de 26 pontos em LED, com potências entre 71 Watts e 142 Watts, com investimento de R$ 92.418,21.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto entrega hoje, às 18h, 189 casas reformadas pelo Morar Melhor na Rua Litoral (Areal), em São João do Cabrito, no Subúrbio Ferroviário. Antes, às 17h30, o prefeito vistoria as obras de reforma de outros 392 imóveis, na Rua Bananeiras (próximo àloja Mariposa e ao bar do Gentil), em Plataforma. O vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura e Obras Públicas, Bruno Reis, participa dos dois atos.  

Mais de 80 localidades já foram atendidas em toda a cidade pelo Morar Melhor. Com isso, as reformas beneficiaram 23.500 casas desde o início do programa, em 2015, com serviços como pintura e reboco, troca de esquadrias, substituição de vasos sanitários e pias e recuperação ou troca de telhado.  

Para a escolha das regiões beneficiadas, são levados em consideração critérios como a precariedade dos bairros, baseada em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e da unidade habitacional, com base na observação de campo. São considerados a maior predominância de domicílios com alvenaria sem revestimento, de pessoas abaixo da linha da pobreza e de mulheres chefes de família.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto entrega, nesta segunda-feira (11), às 18h30, a nova Praça do Elite, situada na Rua Presidente Kennedy, próximo ao final de linha do bairro de Santa Cruz. A  requalificação do equipamento proporcionará aos moradores da região um ambiente mais cômodo e agradável para encontros, lazer e recreação do público infantil. 

Com 102 m² de área construída, sendo 40 m² de espaço verde projetado, a Praça do Elite conta com pavimentação, espaço infantil com vários brinquedos, bancos modulares com tecnologia antivandalismo, gangorra, rampa de acessibilidade, paisagismo, iluminação e comunicação visual. Todos esses materiais foram produzidos pela própria fábrica da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal).  

Desde 2013, a Prefeitura fez avaliação dos espaços públicos que estavam esquecidos e fora do convívio das pessoas. A partir desse diagnóstico, foi definido como prioridade a implantação de atrativos que fossem âncora para atrair famílias e principalmente as crianças. 

De lá para cá, mais de 430 espaços de convivência e lazer foram construídos ou requalificados em diversos pontos da cidade. A nova configuração desses equipamentos públicos dá o ar de um verdadeiro playground, garantindo a diversão da criançada e promovendo a interação social entre cidadãos que residem em áreas carentes.

0
0
0
s2sdefault

Subcategorias