Sexta-Feira , 16 Abril 2021
0
0
0
s2sdefault

 

O Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar) empossou a nova diretoria em cerimônia virtual realizada nesta terça-feira (30). Um dos membros é o prefeito de Salvador, Bruno Reis, que se torna o vice-presidente para as capitais da Região Nordeste do grupo, liderado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP).

Na ocasião, foi anunciada a doação de R$4 milhões ao Conectar pela Natura & Co América Latina, que reúne as marcas Avon, Natura, The Body Shop e Aesop. A doação poderá ser destinada à compra de vacina contra a Covid-19 e insumos de saúde necessários ao enfrentamento da pandemia.

O evento foi acompanhado por prefeitos e gestores dos municípios consorciados e contou com a participação especial do conselheiro presidente da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon); e do conselheiro do Tribunal de Contas de Santa Catarina, José Nei Ascari. O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, enviou mensagem, por meio de vídeo, de apoio ao consórcio.

Na quinta-feira (1º), ocorrerá a primeira reunião da diretoria empossada já para aprovação de algumas resoluções. Entre elas está a de Compliance do consórcio, que trará as definições do portal de transparência, das ações que serão divulgadas e da contratação de uma auditoria independente para dar tranquilidade a quem dirige e, principalmente credibilidade ao Conectar.

Composição – A diretoria empossada foi eleita ontem (29), por meio da votação de 682 eleitores que corresponderam a 2.970 votos, já que o peso de cada voto varia de acordo com o número de habitantes dos municípios. A direção será presidida pelo prefeito de Florianópolis/SC, Gean Loureiro; o 1º vice-presidente, Edmilson Rodrigues, prefeito de Belém; e a 1ª vice-presidente Cinthia Ribeiro, prefeita de Palmas. Ao todo, a diretoria é formada por 15 prefeitos. No conselho fiscal, outros seis prefeitos participam, três titulares e três suplentes, conforme previsto no estatuto.

Em tempo recorde o Conectar foi liderado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e instituído com a adesão de mais de 1,8 mil municípios, com Projetos de Lei aprovados em suas Câmaras Municipais. Também já conta com a manifestação de interesse de mais de 2,6 mil municípios, sendo 25 capitais. Todos esses resultados foram alcançados em curto espaço de tempo com o objetivo de unir esforços com a União e os estados visando atender mais rápido as necessidades da população.

Ações em andamento - Desde que foi instituído, no último dia 22, o Conectar já se reuniu com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, no intuito de colaborar com o Programa Nacional de Imunização (PNI), coordenado pela pasta. Também já há tratativas diplomáticas do consórcio com os EUA para que o país norte-americano faça um empréstimo ao Brasil de doses da vacina da AstraZeneca, que estão estocadas nos EUA, assim como ajudar na intermediação com os laboratórios Pfizer, Moderna e Johnson & Johnson.

Já existem também tratativas com a OPAS/OMS para que interceda junto ao Covax Facility a ampliação da participação na aquisição de vacinas e antecipação das entregas. O governo brasileiro, quando aderiu ao Covax Facility, tinha opções de adquirir doses equivalentes a 40% da sua população, mas optou por apenas 10%.

  

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Foto: Betto Jr/Secom

Os idosos a partir de 72 anos em Salvador começam a ser vacinados contra Covid-19 na tarde deste sábado (20). O anúncio foi feito pelo prefeito Bruno Reis, nesta sexta-feira (19), durante coletiva virtual de balanço de um ano das ações municipais de enfrentamento à pandemia. Com isso, a ação vai alcançar mais 13.194 pessoas com essa idade.

A imunização dos idosos prossegue com escalonamento de turno, para evitar filas nos postos fixos e de drive-thru. Sendo assim, quem completou 72 anos – ou seja, os nascidos entre 20 de março de 1948 a setembro de 1948 – serão vacinados das 13h às 16h. Pela manhã, continua a aplicação da primeira dose para os cidadãos com 73 anos, nascidos de outubro de 1947 a 20 de março de 1948, das 8h às 12h.

No domingo (21), das 8h às 13h, prossegue a vacinação da outra parte dos idosos de 72 anos ou mais, nascidos entre outubro de 1948 e 21 de março de 1949. Para atender melhor a este público, no fim de semana, fica suspensa a vacinação dos trabalhadores da saúde.

Na segunda-feira (22), das 8h às 16h, terá continuidade a vacinação de pessoas com 72 anos ou mais. Nesse dia, será iniciada a vacinação dos enfermeiros autônomos com diploma de nível superior.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O projeto Gingas Plurais, que busca promover reflexões sobre gênero e diversidade na capoeira, terá uma programação intensa com rodas de diálogos, oficinas e apresentações artísticas neste fim de semana. A programação, que será totalmente online devido à pandemia, será transmitida ao vivo nas plataformas do YouTube, Instagram e Facebook do projeto. Para acompanhar as atividades não é necessária inscrição prévia.

O Gingas Plurais busca a valorização da capoeira como arte, o combate de práticas machistas e a promoção de reflexões sobre a presença ou ausência de mulheres e pessoas LGBTQIA+. A atividade é uma das contempladas pelo Prêmio Jaime Sodré de Patrimônio Cultural da Fundação Gregório de Mattos (FGM), por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

Nesta sexta-feira, às 16h30, a programação será aberta com intervenção artística de Alana Oliveira. Em seguida, às 17h, ocorrerá a primeira roda de diálogo do projeto, que terá como tema “Mulher na roda não é para enfeitar: resgate da história de mulheres na Capoeira”. As convidadas serão Jéssica Dias, graduanda de Serviço Social pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), trancista, manicure e integrante do Grupo de Capoeira Angola Mourão (GCAM); e Aurelice Bispo, estudante de História e mestra de capoeira, conhecida como Mestra Dandara.

O objetivo deste momento é trazer à tona a memória de mulheres que protagonizaram a arte da capoeira e promover a equidade de gênero, através do respeito às mulheres e aos seus legados. A roda de diálogo terá tradução para libras e a mediação ficará por conta da poeta Vanessa Coelho, que é slammer, atriz, educadora popular e integrante do Grupo Artístico Coletivo Zeferinas e do Grupo de Capoeira Angola Mourão.

 

No sábado (6), a programação terá início logo cedo, às 9h30, com oficinas e outras atividades. Às 13h será realizada a roda de diálogo “Eu, tu, nós, todos: o direito de ser e estar na roda”, que terá como convidados a multi-artista baiana Rool Cerqueira, e o professor de capoeira Anderson Gavião, formado pelo Grupo Internacional Oficina da Capoeira.

 

O terceiro e último diálogo do Gingas Plurais será às 17h, com o tema "Lutando juntxs contra a violência na roda de Capoeira". A discussão trará a importância de identificar, refletir e coibir práticas de violência nas suas mais variadas formas nas rodas de capoeira. Estarão presentes a artista Aline Gomes, que é professora de teatro e amante da capoeira Angola, e Lygia Fuentes, capoeirista do Grupo de Capoeira Angola Mourão e educadora social na Educação Infantil. A mediação é de Mel Cordeiro. O encerramento acontece às 19h, com uma roda de capoeira e samba.

 

Reflexões – Uma das produtoras do evento, Mariana dos Santos, contou que cada pauta abordada no Gingas Plurais busca provocar reflexões diversas nos espectadores. "Todas as rodas de diálogo vêm com temas questionadores. Alguns historiadores dizem que só haviam mulheres nas rodas de capoeira na metade ou no final do século XX. Porém, conseguimos provar que haviam outras mulheres presentes na capoeira Angola – os mestres antigos contavam sobre elas. Uma das analogias que faremos é com o filme Madame Satã, uma travesti que defendia sua comunidade através da capoeira", afirmou. 

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault
Novo prefeito de Salvador lê a tradicional mensagem do Executivo ao Legislativo.
0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault


Na mesma solenidade, ACM Neto estará à disposição para falar sobre medidas contra a Covid-19

A Prefeitura vai inaugurar nesta quinta-feira (3), às 9h30, mais uma obra de mobilidade na capital baiana, fruto da primeira etapa do sistema do BRT, na Avenida ACM. Será entregue um elevado na região do Cidadela, que receberá tráfego no sentido Itaigara ao Shopping da Bahia. A solenidade de inauguração vai acontecer na subida do elevado (quase em frente ao Lar Shopping). Na ocasião, o prefeito estará à disposição para falar das medidas contra a Covid-19. 

Os veículos que vierem do Parque da Cidade passarão por cima da nova estrutura, não havendo mais necessidade de seguir nas marginais da Faculdade Universo e Lar Shopping. O novo elevado tem 480 metros de comprimento, duas faixas em asfalto e uma em concreto, por onde irão trafegar os ônibus do BRT. A estrutura é sustentada por 72 vigas pré-moldadas, tem 2.080 m³ de concreto e 250 toneladas de aço. A construção teve R$ 16,2 milhões em investimentos.

De acordo com o consórcio responsável pelas obras, este é o sexto de sete elevados concluídos na primeira etapa do BRT.  O equipamento se soma a outro já inaugurado na região do Cidadela, em março passado, cujo sentido de tráfego é o oposto (Shopping da Bahia para o Itaigara). Além disso, mais quatro estruturas do tipo já foram implantadas na Avenida ACM e hoje já proporcionam maior fluidez no trânsito nessa região que é uma das mais movimentadas da cidade.  

Em agosto, foi entregue o elevado no sentido Avenida Tancredo Neves, entre o Sam’s Club e a Praça Newton Rique. Em abril, foi a vez do elevado entre a Baviera e o Sam’s Club, com 560 metros de comprimento no sentido Parque da Cidade. Por fim, outros dois viadutos foram inaugurados em dezembro de 2019 nas imediações do Parque da Cidade, beneficiando motoristas que trafegavam na direção do Itaigara à Lucaia e vice-versa.  

O sétimo e último elevado da primeira etapa do BRT está em construção. O equipamento terá mão dupla e será específico para a circulação dos ônibus articulados do BRT, tendo extensão da Praça Newton Rique até as proximidades da estação do metrô da rodoviária.

Características – O projeto total do trecho um do BRT compreende uma extensão de 2,9 km, ligando o Loteamento Cidade Jardim (Parque da Cidade) à região do Shopping da Bahia (Estação de Integração BRT/Metrô). O investimento é de R$ 213 milhões, com recursos oriundos de financiamento junto à Caixa Econômica Federal. Os outros dois trechos - o que vai ligar a Estação da Lapa à região do Parque da Cidade e daí se prolonga até a Pituba - já estão com obras em andamento.  

A implantação do novo modal vai possibilitar a criação de linhas exclusivas para o transporte público, automóveis e bicicletas em corredores de tráfego próprios e segregados que vão reduzir o tempo do soteropolitano no trânsito e melhorar a mobilidade em regiões críticas. As obras são coordenadas pela Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) e executadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra).

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Com obras 70% concluídas, a requalificação da nova Arena Pronaica, em Cajazeiras X, promete trazer melhorias, lazer e diversão para os moradores em uma das áreas de convivência mais importantes da região. A iniciativa é promovida pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), com investimento de R$2,8 milhões e conclusão prevista para setembro próximo.

As melhorias abrangem quase 20 mil metros quadrados de área. A lista engloba a implantação de dois campos society com grama sintética, construção de uma quadra poliesportiva e um campo de futebol, além de vestiário e sanitários.

O local também terá duas arquibancadas e novos bancos reservas para o campo de futebol, principal modalidade praticada na Pronaica. Os frequentadores terão à disposição academia de saúde, área de equipamentos para ginástica e parque infantil, quatro quiosques, pista de caminhada e corrida, além de administração e guarita.

A estrutura contará, ainda, com urbanização da área de lazer próximo aos boxes existentes, paisagismo, área destinada à montagem de palco para eventos, requalificação das calçadas e escadas no entorno da arena. No espaço, também será instalado um estacionamento com 19 vagas e um estacionamento especial para ambulância.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os postos de drive thru da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe em Salvador vão mudar o horário de funcionamento a partir de segunda-feira (15). Os serviços disponibilizados no 5° Centro de Saúde, no Vale dos Barris; Campus Cabula e Brotas da Faculdade Baiana de Medicina, além do Atakadão Atakarejo de Fazenda Coutos passarão a funcionar em regime de turnão, das 8h às 14h. Já o drive thru da Arena Fonte Nova será desativado.

A vacinação segue também em todas as 142 salas de vacina das unidades básicas da rede municipal, de segunda à sexta-feira, exceto feriados, das 8h às 17h. Desde o início da estratégia, em 23 de março, pouco mais de 513 mil pessoas foram imunizadas na capital.

Entre o público eletivo com menor adesão à campanha estão as crianças de seis meses a menores de 5 anos, com cerca 30% dos pequenos protegidos nessa faixa etária, e as gestantes (48%) e puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias), com 68% da meta alcançada. Idosos e trabalhadores da saúde tiveram meta de imunização alcançada na cidade, com 120% e 103%, respectivamente.

Nessa terceira fase da campanha, foram incluídos ao público-alvo pessoas com deficiência e crianças de seis meses a 5 anos 11 meses e 29 dias. Também fazem parte da lista os professores das escolas públicas e privadas e os adultos de 55 a 59 anos.

No entanto, os idosos, trabalhadores de saúde, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, motoristas e cobradores do transporte público, portuários, além de gestantes, puérperas (mães no pós-parto até 45 dias) e pessoas com deficiência que ainda não foram imunizados, seguem sendo contemplados pela campanha até o próximo dia 30.

“Os grupos que ainda não alcançaram a meta precisam comparecer o quanto antes a uma das unidades de saúde para se protegerem contra uma doença que pode levar a óbito. Isso porque, nesse período que se aproxima do inverno, as temperaturas tendem a baixar e a população alvo fica mais suscetível à contaminação”, alertou Doiane Lemos, coordenadora do Controle de Doenças Imunopreveníveis do município.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Uma semana com oportunidades gratuitas de qualificação profissional foi iniciada na manhã desta segunda-feira (16), na Prefeitura-Bairro da Cidade Baixa. Através da parceria entre o município com a Ferreira Costa, cerca de 70 pessoas por dia serão beneficiadas, até esta sexta-feira (20), com capacitações promovidas em áreas como pintura e preparação de superfície. Alem da Cidade Baixa, os cursos serão ministrados nas Prefeituras-Bairro do Subúrbio, Cajazeiras, Liberdade/São Caetano e Pau da Lima.

“Um dos objetivos das Prefeituras-Bairro é aproximar cada vez mais os serviços essenciais da população. Essa qualificação reforça esse nosso compromisso de atender e facilitar a vida dos moradores da nossa capital. Somos um dos equipamentos que mais atende a população. Estamos sempre abertos para formalizarmos parcerias que tragam benefícios para a vida das pessoas”, afirmou o secretário Articulação Comunitária e das Prefeituras-Bairro, Luiz Galvão.

Para participar, basta se inscrever através da plataforma Sympla, no site www. sympla. com. br/ ferreiracostasalvador, ou nas próprias unidades das Prefeituras-Bairro. Os interessados também têm a oportunidade de receber a qualificação na loja da Ferreira Costa, localizada na Avenida Luís Viana Filho (Paralela). No espaço, serão cerca de 1250 vagas para cursos como impermeabilização do alicerce ao telhado e soluções em ferramentas para pintura. 

Atualização - O autônomo Wellington Cléber, 45, que já atua na área de pintura, acredita que a qualificação trará mais credibilidade ao seu trabalho. “Como profissionais, estamos sempre atentos e acompanhando as mudanças das nossas profissões para ficarmos atualizados. Hoje, estou tendo a oportunidade, de forma gratuita, de aprimorar meus conhecimentos e conseguir maiores oportunidades de trabalho. Estou muito satisfeito”, contou. 

 “Levar essa ação para dentro das comunidades é ajudar na inserção da população no mercado de trabalho. Essa parceria é uma oportunidade de prepararmos novos profissionais, atualizando os conhecimentos e as novas técnicas, além de certifica-los”, declarou o gerente-geral da Ferreira Costa, Pedro Souto.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O curso gratuito de atualização em pilotagem com segurança, promovido pela Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) e pela Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), teve início na terça-feira (3) e segue até esta quinta-feira (5). Na primeira turma, 25 mototaxistas credenciados pela Semob participaram das aulas.

Pela manhã, o curso teve aulas teóricas, com instrutores de pilotagem da Honda, empresa parceira do município. Na sede da Transalvador, os motociclistas aprenderam noções sobre normas e regras, novos equipamentos de proteção, tecnologias de motocicletas e impactos da frota circulação. À tarde, foi a vez de ir para a rua, no Jardim de Alah, onde aperfeiçoaram, de forma prática, a condução das motos.  

“A falta de qualificação do motociclista é o principal motivo para a ocorrência de acidentes no trânsito. Com cursos como este, ganha o profissional, que agrega conhecimento, e ganham o usuário e a sociedade”, afirma Adaílson Couto, mototaxista e presidente da Associação de Mototaxistas Profissionais da Bahia.

No decorrer do tempo, as mudanças no trânsito impõem que o condutor esteja sempre atualizado. Eduardo Ferreira, instrutor de pilotagem, defende que o condutor esteja sempre em busca de se atualizar. “A autoescola ensina apenas o básico. Vamos para a rua e percebemos que na realidade é diferente. Então, a partir do momento que estamos nos atualizando, estamos vivendo a realidade. Neste curso a gente trabalha de acordo com a realidade daquele momento, sempre atualizado”, afirma Ferreira.

Acidentes - Os motociclistas estão mais vulneráveis e mais propensos a acidentes no trânsito. A Transalvador registrou, nos sete primeiros meses deste ano, 27 mortes de motociclistas nas vias soteropolitanas, número 23% maior que o mesmo período do ano passado, quando ocorreram 22 mortes desses condutores.

“É preciso que os motociclistas, sempre que saírem de casa, tenham vontade de retornar com vida. A pilotagem de motos é a mesma coisa que manusear arma de fogo. É preciso ter precaução e passar por cursos como este”, conscientiza Osvaldo Meron, um dos mais antigos instrutores de pilotagem de motos no estado.

Um dos fatores que colaboram com esses índices é a quantidade de motos nas ruas de Salvador. Em dez anos, a frota desse meio de transporte aumentou em quase 93%. Atualmente, mais de 142 mil estão emplacadas na capital baiana. Esse número aumenta porque motos de outros municípios circulam pelas vias soteropolitanas.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Fotos: Max Haack/Secom

As pessoas em situação de rua de Salvador ganharam mais um instrumento de apoio e promoção da cidadania, oferecida pela Prefeitura: a Unidade de Acolhimento Institucional (UAI) Barris, que vai funcionar 24 horas por dia na Rua Conselheiro Spínola, número 2, vizinho ao Centro de Referência de Atenção à Mulher Loreta Valadares (CRLV). A estrutura foi inaugurada nesta terça-feira (28) pelo prefeito ACM Neto e pelo vice, Bruno Reis, além do secretário municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Léo Prates, demais autoridades, corpo técnico e imprensa.

A UAI dos Barris é gerenciada através de convênio municipal com a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra), e terá capacidade para 50 pessoas em situação de vulnerabilidade e risco social, sendo 16 mulheres e 34 homens. Além de um endereço para utilizar como referência, os acolhidos terão direito a três refeições diárias e atendimento psicossocial, com foco no fortalecimento de vínculos e na inclusão. O acesso ao serviço acontece através de encaminhamento feito por estruturas como os Centros de Referência Especializados para População em Situação de Rua (Centros POP).

O prefeito lembrou que a estrutura é parte integrante do programa Sempre Cidadão, lançado este mês e que é considerado o maior programa de atuação e auxílio à população de rua da história de Salvador, com investimentos na ordem de R$64 milhões. “São diversas ações conjuntas para mudar, em pouco tempo, a perspectiva dessas pessoas que vivem nas ruas na cidade. Uma dessas ações está sendo concretizada hoje com esta unidade, onde os acolhidos vão poder passar até nove meses tendo todo o apoio terapêutico, psicológico e médico e, sobretudo, o estímulo para que, em pouco tempo, tenham condições voltar para o ambiente das famílias, conseguir um emprego e se reinserir na sociedade”, relatou ACM Neto.

Demais avanços – O secretário Léo Prates aproveitou para anunciar que, até julho, a UAI de Amaralina será adaptada para receber também os moradores de rua com animais de estimação. “Muitos deles não querem ser acolhidos porque, como perdem os vínculos familiares, acabam estabelecendo esse vínculo com o animal. Então, dentro desse trabalho de amor e convencimento, será feita, pela primeira vez, essa ação”.

Ele também lembrou que a UAI Barris faz parte do processo de expansão do acolhimento institucional pelo município, das atuais 500 para 700 vagas. Além disso, também estão sendo feitas articulações para inserir os moradores de rua no mercado de trabalho. No total, a Prefeitura é responsável por nove UAIs.

 Serviços - Os serviços ofertados na UAI são de acolhida/recepção, escuta, desenvolvimento do convívio familiar e grupal e social, estudo social, apoio à família na sua função protetiva, cuidados pessoais, orientação e encaminhamento para a rede de serviços locais com resolutividade e construção de plano individual e/ou familiar de atendimento. A unidade realiza, também, serviços de orientação sociofamiliar, elaboração de relatórios e/ou prontuários, trabalho interdisciplinar, diagnóstico socioeconômico, orientação para acesso à documentação pessoal e atividades de convívio e de organização da vida cotidiana.

A lista engloba ainda mobilização, identificação da família extensa ou ampliada, mobilização para o exercício da cidadania e articulações com a rede de serviços socioassistenciais, com os serviços de outras políticas públicas setoriais e de defesa de direitos, e interinstitucional com os demais órgãos do Sistema de Garantia de Direitos (SGD).

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Mais uma localidade de Salvador será beneficiada com a entrega de 125 casas completamente reformadas pelo programa Morar Melhor. Desta vez, o bairro beneficiado é Pirajá, na Rua Alto da Bela Vista, e a cerimônia, que contará com a presença do prefeito ACM Neto, acontece às 18h30.

Desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), o Morar Melhor contempla cada residência com melhorias no valor de até R$5 mil. As intervenções envolvem troca de telhado, instalação de esquadrias, substituição de louças sanitárias, reboco e pintura.

Mais de 80 localidades já foram atendidas em toda a cidade pelo programa, que teve início em 2015. As mais recentes comunidades beneficiadas com a reforma das casas foram Estrada das Barreiras e Tancredo Neves, onde foram contempladas 368 casas.

Até 2020, a Prefeitura pretende reformar 40 mil casas que estiverem em estado de precariedade. Desde o início do programa, já foram requalificadas mais de 24 mil residências.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O vice-prefeito e secretário de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Bruno Reis, vai vistoriar o andamento da construção do novo Centro de Convenções de Salvador, acompanhado por uma comitiva de vereadores, nesta terça-feira (14), às 15h.   

“Vamos mostrar aos legisladores que o trabalho no canteiro está a todo vapor, com 40% da obra concluída. Ao ficar pronto, ainda neste ano, o equipamento vai movimentar a economia, aquecendo o turismo de eventos e negócios, que vai gerar muitos empregos na cidade”, afirmou Bruno Reis. 

O Centro de Convenções será o terceiro maior do país, com capacidade para receber 14 mil pessoas ao mesmo tempo em congressos. O empreendimento contará com 37 mil metros quadrados de terreno construído, em uma área de pouco mais de 103 mil metros quadrados.  

Com três pavimentos, 100% climatizado e com acessibilidade, o equipamento terá dois locais para shows, cada um com capacidade para 20 mil pessoas, um externo e outro interno, com 28 camarotes de 50 metros quadrados - moduláveis para atender aos dois espaços multiúsos. 

Os camarotes poderão se transformar em salas de reunião quando não houver shows. O novo centro contará também com oito auditórios moduláveis de 800 metros quadrados cada, além de estacionamento para mais de 1,4 mil veículos.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A população em situação de rua de Salvador vai ganhar um inédito conjunto de ações da Prefeitura que envolve oferta de serviços e ações complementares de suporte à rede socioassistencial a este público. O projeto Sempre Cidadão terá os detalhes apresentados pelo prefeito ACM Neto e pelo secretário municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Léo Prates, nesta terça-feira (14), às 10h, no Palácio Thomé de Souza, no Centro. 

Com investimento que supera os R$60 milhões, o objetivo é assegurar as diretrizes do Sistema Único da Assistência Social (Suas) e a Política Municipal da População em Situação de Rua. As medidas englobam a ampliação do número de vagas de acolhimento, a criação do Serviço Especializado de Abordagem Social, a reestruturação do Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da Política Municipal para População em Situação de Rua (Ciamp-Rua) e o novo censo para moradores em situação de rua da cidade, dentre outras ações.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Para dar mais um importante passo no enfrentamento à desigualdade social histórica em Salvador, a Prefeitura encaminhou à Câmara de Vereadores, nesta quinta-feira (9), o projeto de lei que normatiza o Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Os detalhes do documento foram apresentados pelo prefeito ACM Neto e pelo secretário municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza, Leo Prates, em cerimônia realizada no Palácio Thomé de Souza. 

Estiveram presentes também no evento o vice-prefeito Bruno Reis e o presidente da Câmara, Geraldo Júnior; entre outras autoridades. A iniciativa visa garantir melhorias nos programas e benefícios oferecidos pelo município no campo da assistência social. “Esse é um projeto muito importante, pois unifica, organiza e amplia o conjunto de benefícios sociais para a cidade. Estamos falando de dar assistência e apoio direto às pessoas mais pobres e que vivem em situação de vulnerabilidade social plena, em uma cidade que ainda é muito marcada pela desigualdade e pela pobreza”, destacou ACM Neto. 

O SUAS engloba cinco outros decretos e leis já em curso na capital baiana, e a execução se dará por intermédio da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre). O projeto prevê, entre outros pontos, a modernização da legislação, normatização da política de serviços e ações voltadas para a assistência social, abrindo novos espaços de diálogos com a sociedade civil e fomentando maior envolvimento dos entes envolvidos no âmbito do programa. 

A medida prevê ainda a otimização dos recursos humanos e orçamentários, além da ampliação dos direitos dos assistidos e dos mecanismos para garantir a transparência de todo o processo. “Este é considerado o projeto de lei mais importante do município na área da assistência social. A normatização vai, inclusive, com o enquadramento, possibilitar a ampliação do acesso ao crédito junto ao governo federal, pois é uma exigência da Lei Nacional do SUAS”, disse Leo Prates. 

Principais avanços – De acordo com o titular da Sempre, dentre os avanços consolidados pela proposta constam benefícios eventuais referentes à natalidade, logística, alimentação, moradia, documentação e outros complementos. O texto traz ainda destaque para a participação mais efetiva junto à população de rua, vítimas de violência, LGBT e demais grupos em situação de vulnerabilidade. Um exemplo disso é a concessão do Aluguel Social também para moradores de rua, assim como para mulheres e LGBTs vítimas de violência e em risco de morte. 

Há ainda menção à ampliação do acesso a concessão de benefícios para um perfil de renda familiar, passando de um quarto para meio salário mínimo. Além disso, o documento propõe o reajuste do Aluguel Social em até 35% do valor do salário mínimo. Um novo benefício complementar é previsto para pessoas em situações de pobreza e extrema pobreza, violação de direitos, e vulnerabilidade social, sujeitos ao recebimento do auxílio moradia ou inserção em programas habitacionais. 

O valor em questão põe chegar a três salários mínimos, com o objetivo de garantir melhores condições de vida a quem está recebendo uma unidade habitacional. A medida possibilita, por exemplo, a aquisição de utensílios domésticos por quem recebeu uma nova residência através de programa habitacional e não tem condições financeiras para comprar essas produtos. 

Na esteira dessa decisão, o auxílio funeral também ganha um incremento. Além da concessão de caixão e vaga em cemitério municipal, deverá ser oferecido também oferecendo transporte para familiares dos falecidos irem até o local do sepultamento.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

"Uma Jornada Transformadora – Valorizando o Protagonismo dos Jovens e Criando Oportunidades no Mundo do Trabalho". Este é o tema do encontro que será realizado pelo Parque Social nesta terça-feira (07), às 9h30, na área externa do Palácio Thomé de Souza. A ação, que contará com a presença do prefeito ACM Neto, tem como objetivo realizar a certificação dos 300 jovens concluintes do projeto Jovem Aprendiz Empreendedor 2018 e celebrar a chegada de 300 integrantes do ciclo 2019/2020.    

O evento contará também com a participação da presidente de honra do Parque Social, Rosário Magalhães. É parte integrante também do encontro a palestra “Mente de Campeão”, que será ministrada por Yang Mendes, fundador da primeira escola de comunicação oral da Bahia. Através do estudo de diversas biografias e de histórias reais de superação, a palestra busca inspirar e estimular a mente das pessoas a serem treinadas para uma mentalidade campeã. 

Como funciona - O Jovem Aprendiz Empreendedor é voltado para adolescentes e jovens com idade de 14 a 22 anos, integrantes da rede pública de ensino regular ou concluinte do ensino médio. Eles são contratados como trabalhadores formais, que recebem capacitação continuada, perfazendo um total de 1.280 horas teórico-práticas, durante 17 meses, além da participação em atividades transversais no sentido de ampliar seu olhar para questões humanitárias e de cidadania. 

O projeto é resultado de parceria firmada entre o Parque Social e a Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel), para execução do Programa de Aprendizagem Profissional no Município do Salvador, em observância a Lei Municipal nº 9.376/2018, aprovada pela Câmara Municipal  em 2018, tornando-se política pública. 

Fiscalizado pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego na Bahia, o projeto proporciona aos jovens a inserção no mercado de trabalho, respeitando sua condição de pessoa em desenvolvimento, formando mão de obra qualificada e ciente dos seus direitos, além de contribuir com a redução da evasão escolar, dos indicadores de violência e o aumento da renda familiar.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto assina neste sábado, às 10h, no deck do Forte Santa Maria, o decreto municipal que cria o Parque Municipal Marinho da Barra, área situada na entrada da Baía de Todos-os-Santos. O parque fica entre dois fortes: o próprio Santa Maria e o Santo Antônio (Farol da Barra), em uma região que passará a contar com ações efetivas para a preservação ambiental. 

O decreto prevê a preservação dos resquícios históricos do local, regras para o controle de pesca, do trânsito de embarcações motorizadas e atividades que causem impactos negativos ao ecossistema marinho. Além das ações de preservação, haverá uma preocupação com o fomento de atividades ligadas ao turismo ecológico, pesquisas científicas e práticas de educação ambiental, em uma iniciativa coordenada pela Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis). 

Pioneiro no país, o Parque Municipal Marinho terá uma área de 701.799,48 m², englobando três naufrágios que ocorreram na região da Barra nos séculos XIX e XX: o Bretagne (1903), Germânia (1876) e o Miraldi (1875). O parque foi idealizado por um grupo de moradores da Barra, admiradores do ambiente marinho, e, desde 2016, a sua criação é apoiada pela Secis. 

Segundo pesquisadores, um dos resultados esperados com a criação do parque, previsto no PDDU e Louos, é o repovoamento da área por espécies de peixes que deixaram de existir no local ou que estão cada vez mais raros. O aumento dessas espécies vai beneficiar, inclusive, regiões próximas. Atividades como mergulho de contemplação, surf, SUP, barcos à vela, natação e outras que não gerem prejuízos continuarão sendo realizadas no local. 

Audiência – Em novembro de 2018, a implantação do Parque Municipal Marinho da Barra foi discutida em audiência pública realizada no Instituto de Biologia da UFBA, em Ondina. Participaram especialistas em meio ambiente, representantes do 2º Distrito Naval da Marinha, moradores do bairro e estudantes, além de representantes da Prefeitura. O projeto de implantação da área de conservação foi elaborado com base em estudos desenvolvidos pela Ufba, Unifacs e IFBahiano, além de parceria com o grupo Fundo da Folia.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Foto: Bruno Concha/Secom

Moradores dos bairros de Santa Cruz e Nordeste de Amaralina participaram, nesta segunda-feira (8), de um debate para obter esclarecimentos e tirar dúvidas sobre o trecho 1 do projeto BRT. O evento aconteceu no auditório do Parque Social, no Parque da Cidade, e também contou com a presença de representantes da Ouvidoria Geral do Município, Secretaria de Mobilidade (Semob) e Prefeitura-Bairro Barra/Pituba. 

A atividade foi conduzida pelo gestor de Sustentabilidade do Consórcio BRT Salvador, Cléber Esteves. Ele enfatizou que o novo sistema de transporte em implantação na capital baiana não se trata apenas de um projeto de infraestrutura, mas de uma intervenção que vai impactar toda a população da cidade, trazendo desenvolvimento econômico e social, segurança pública, lazer e mobilidade. 

Na prática, o projeto prevê a valorização paisagística e dos bairros abrangentes ao projeto; criação de áreas verdes, com a construção de parques lineares e ciclovia, incentivando a ocupação dos cidadãos os espaços públicos; redução de acidentes, com a implantação de passarelas; melhorias no sistema de drenagem, diminuindo risco de enchentes; iluminação em LED e instalação de equipamentos de monitoramento nas estações e terminais. 

O trecho 1, cuja obra segue em andamento entre o Iguatemi e o Parque da Cidade, possuirá extensão de 2,9 quilômetros e contará com sete elevados, além de duas estações (uma no Cidadela e outra no Hiper). 

O BRT, explicou Cleber, será construído visando atender à demanda de 25 mil a 30 mil passageiros por hora, no horário de pico. Todos os ônibus articulados, que circularão pelo corredor exclusivo de tráfego, serão climatizados e terão capacidade para 170 pessoas. “É uma tecnologia 100% nacional e se diferencia de outros transportes sobre trilhos, como metrô e VLT, por apresentar menor custo de operação e manutenção”, disse ele, acrescentando que o modal será integrado à rede de sistema de transporte público da cidade. 

Moradora de Santa Cruz, Vera Lúcia Teixeira, 64 anos, pode entender melhor como será o funcionamento do BRT na cidade. “Esse debate é sinal de que a comunidade está sendo respeitada. Foi esclarecedor e espero que mude mesmo a mobilidade para principalmente quem mora aqui na região”, disse. 

Para o líder comunitário da Chapada do Rio Vermelho, Gil de Leon, 48, o BRT vem em boa hora. “Algo precisava ser feito na Avenida ACM, o que vai trazer impactos positivos aos bairros adjacentes. Não tenho carro e me desloco muito na cidade para cumprir compromissos. Saber que o tempo de deslocamento do Iguatemi até a Lapa em apenas 16 minutos, quando o segundo trecho foi entregue, é uma maravilha. Vou duas vezes na semana até Lauro de Freitas. Quando tudo estiver integrado então...vai mudar por completo minha rotina.” 

Nesta quinta (11), mais um encontro para esclarecimentos do projeto BRT acontecerá na comunidade do Candeal. A série de debates já acontece na Polêmica e Alto do Saldanha e integra o projeto de Comunicação Social do Consórcio BRT Salvador, formado pela Camargo Correa Infraestrutura S.A., Construções e Comércio Camargo Correa S. A. e Geométrica Engenharia de Projetos Ltda.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Fotos: Jefferson Peixoto/Secom

Mais um grande show marcou os 470 anos de Salvador. Na noite deste sábado (30), o palco foi a Praça da Revolução, em Periperi, no Subúrbio Ferroviário. O axé das antigas de Bell Marques e o romantismo, com toque de "sofrência", de Solange Almeida, arrastou uma multidão.

Nem mesmo a chuva impediu que milhares de soteropolitanos participassem da festa em comemoração ao aniversário da capital mais antiga do Brasil. Além do público presente na praça, moradores de prédios e casas do entorno também prestigiaram os shows das varandas e janelas, com cartazes de saudações aos artistas.

Quem abriu a festa foi o cantor Bell Marques. Fã de carteirinha do artista, a doméstica Valdete Paiva, 39 anos, estava radiante com a presença do ídolo. "Era 'chicleteira', agora sou 'belzeira'. Amei a escolha da atração e amei mais ainda que escolheram o nosso Subúrbio", disse ela.

A comemoração atraiu soteropolitanos de toda a Salvador. O casal de administradores Lídia Ligel, 35 anos, e Adriano Ângelo Silva, 36 anos, saiu de Brotas, onde moram, para prestigiar o show no Subúrbio. "Ninguém melhor que Bell para cantar hoje aqui. Ele que faz parte da história da música da nossa cidade. Não tinha melhor forma de homenagear Salvador", afirmou Ligel.

Alegria - Assim que subiu ao palco, Bell Marques comentou sobre a alegria de cantar em Periperi. "Esse bairro faz parte da minha vida, da minha história. Estou muito feliz em poder cantar para minha cidade", declarou. Por quase duas horas, ele cantou seus sucessos consagrados levando a multidão ao delírio.

Após se esbaldar com os clássicos da axé music, o público dançou juntinho ao som das músicas românticas da cantora Solange Almeida, que também comentou sobre a satisfação de participar da festa de aniversário de Salvador.

Os shows integram a programação do Festival da Cidade, que começou na quinta-feira (21) e seguem até amanhã (31). A programação musical gratuita se encerra neste domingo, a partir das 15h, com o desfile do trio comandado por Ivete Sangalo, que ocorrerá entre o Clube Espanhol e o Farol da Barra, na orla da capital. Além de Ivete, no mesmo dia, os grupos Filhos de Gandhy, Cortejo Afro, Muzenza e Malê de Balê também desfilam no trajeto.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Centro Comunitário Mãe Carmen, construído pela Prefeitura nas instalações do Ilé Iyá Omi Àse Iyamasé, popularmente conhecido como Terreiro do Gantois, na Federação, será inaugurado nesta sexta-feira (29), às 16h30, dentro da programação de entregas que marcam o aniversário de 470 anos de Salvador.   

A estrutura dará suporte aos projetos sociais que já ocorrem na casa, ampliando o atendimento à população do bairro e localidades adjacentes. O centro comunitário leva o mesmo nome da ialorixá do templo religioso e foi projetado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF). Para as obras, foram investidos R$ 886.308,16. 

A unidade possui um salão com capacidade para 50 pessoas no primeiro andar, uma sala para cursos, uma sala para percussão e leitura e um consultório médico. Conta com divisórias que podem ser instaladas ou removidas conforme a necessidade de ampliação de espaço para eventos. Também foram implantados sistema elétrico, telefônico, de esgoto e águas pluviais, além de equipamentos de segurança contra incêndio e paisagismo. 

História - Os terreiros de candomblé são lugares de transmissão de conhecimentos religiosos, de preservação de memórias ancestrais e das línguas africanas. Um dos mais importantes do país, o Terreiro do Gantois se constituiu ao longo do século como um espaço sagrado de longa expressão religiosa, mantendo os costumes e os legados milenares dos povos Iorubá (Abeokutá). 

O santuário foi fundado em 1849 pela africana Maria Júlia da Conceição Nazareth e preserva o culto aos orixás, seguindo uma tradição matriarcal com base na estrutura familiar de manutenção dos laços parentais - ou seja, é comandado por uma Ialorixá (sacerdotisa), cargo máximo ocupado apenas por mulheres iniciadas e que tenham laços de parentesco com as fundadoras. A escolha da sucessora se dá, após a morte da mãe, por meio de um rito de consulta aos orixás, através do jogo de búzios. 

Já assumiram as ialorixás Maria Júlia da Conceição Nazareth; Pulchéria Maria da Conceição Nazareth, ou Pulchéria de Oxóssi; Maria da Glória Nazareth; Maria Escolástica da Conceição Nazaré, conhecida como Mãe Menininha do Gantois, que presidiu a casa por 60 anos e ganhou reconhecimento e destaque como uma das lideranças religiosas mais importantes do paí;, e Cleusa Millet (filha de Mãe Menininha). A atual sacerdotisa é Carmen Oliveira, a Mãe Carmen do Gantois, que assumiu o trono desde 2002. 

O Terreiro do Gantois ocupa uma área de cerca de 3.600 m², entre a parte cumeada do morro e o vale, e sempre esteve aberta para receber gente de todas as origens e classes sociais. O nome africano da casa (Ilê Axé Iyá Omin Iyamassê) faz alusão a uma divindade feminina, senhora das águas. Já o nome popular refere-se ao antigo proprietário do terreno onde está estabelecido o terreiro, o traficante de escravos belga Édouard Gantois. 

Na parte alta, o templo principal é formado por salão de festas públicas, clausura, cozinha sagrada, sala-refeitório, vestuário e cômodos residenciais. Como anexo ao templo, há o Memorial Mãe Menininha do Gantois, além de santuários de Omolu, Ogum e Exu. Há ainda uma gameleira sagrada associada a Iroko e uma jaqueira sagrada dedicada a Ogum. Na encosta há uma vegetação densa onde há plantas utilizadas nos rituais, um santuário para Oxum, uma fonte e residências de membros da comunidade de culto.  

O terreiro foi reconhecido como Área de Proteção Cultural e Paisagística pela Prefeitura Municipal de Salvador, através da lei nº 3.590 de 16/12/1985, e tombado pelo Iphan como Patrimônio Histórico e Etnográfico do Brasil, via portaria nº 683 de 17/12/2002.

 

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Mais uma obra de contenção de encosta será entregue pelo prefeito ACM Neto, às 15h desta sexta-feira (29), na Rua José Sales, na Fazenda Grande do Retiro (após o fim de linha de Bom Juá). O evento integra as comemorações de 470 anos da fundação de Salvador. A estrutura possui 1.246 metros quadrados e beneficiará famílias que possuem casas próximas ao local, em região que era de alto risco, proporcionando mais tranquilidade e segurança em dias de chuva.  

A encosta ganhou contenção de concreto e solo grampeado, técnica para evitar deslizamentos de terra. A intervenção foi realizada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), com recursos provenientes do Ministério da Integração Nacional. O investimento foi de R$ 1.748.385,47. 

Mais ações - Outras cinco obras serão entregues à população ainda durante as celebrações do aniversário da capital. Neste sábado (30), o prefeito ACM Neto inaugura a contenção da encosta do Beco do Cirilo (Rua José Marinz Pinto), na Estrada da Rainha. A estrutura também conta com solo grampeado e contou com investimento de R$ 1,331 milhão. 

Nos próximos dias, a Prefeitura entregará também as contenções das encostas localizadas nas ruas Henrique Marques e do Ocidente, ambas situadas na comunidade do Marotinho; na Rua Bom Juá, localizada às margens da BR-324; e na Rua Candinho Fernandes, na Fazenda Grande do Retiro. 

Desde 2013, a gestão municipal realizou 59 obras de contenção em diferentes áreas da cidade, totalizando R$ 70.387 milhões em investimentos.

 

0
0
0
s2sdefault

Subcategorias