Segunda-Feira , 18 Junho 2018
0
0
0
s2sdefault

A Praça Wilson Lins, palco da instalação da piscina olímpica, integrante da Arena Aquática de Salvador, passará por uma ampla requalificação. O prefeito ACM Neto assina ordem de serviço para início das obras nesta sexta-feira (18), às 17h, em evento na Praça Nossa Senhora da Luz (Pituba), que ganhará, na ocasião, uma estátua em homenagem ao escritor João Ubaldo Ribeiro. O evento contará ainda com participação do programa Livres Livros e do grupo Sussurradeiras. 

 

A conexão das praças Wilson Lins e Nossa Senhora da Luz integra o pacote de ações para implantação da Arena Aquática de Salvador, além de intervenções estéticas e viárias na região do Jardim dos Namorados, que permitirão o acesso direto dos veículos da orla, sentido Itapuã/Pituba, para a Avenida Manoel Dias da Silva. 

 

Considerado acesso prioritário para a Arena Aquática, que comportará a piscina olímpica que sediará ações de formação de atletas e disputas de natação, a Praça Nossa Senhora da Luz terá ligação com a Wilson Lins semelhante ao que foi realizado na orla do Rio Vermelho, com a conexão entre a pista e a praça, formando um grande calçadão compartilhado e no mesmo nível, aliando pedestres e veículos num mesmo espaço. 

 

“A integração ocorrerá por meio da pavimentação, tendo a rua como interseção entre as praças. Embora possuam utilização, características e identidades distintas, compõem uma mesma orla. E é justamente esta perspectiva de unidade que buscamos com este trabalho", destaca Tânia Scofield, presidente da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), criadora do projeto. 

 

Wilson Lins – Com 15 mil m² de área, a Praça Wilson Lins passa por uma grande reforma estrutural. Dentre as obras realizadas destacam-se contenção marítima, com a construção de um muro de alvenaria que avança por 100 metros e visa conter a erosão causada pela subida do nível do mar. 

 

Escolhida para receber a piscina de tamanho olímpico - 25 metros x 50 metros -, que integrou o equipamento construído para abrigar os esportes aquáticos da Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, a praça conta com parceria entre a Prefeitura e a Federação Baiana de Desportos Aquáticos (FBDA) e vai beneficiar 2,5 mil crianças e adolescentes com aulas de iniciação esportiva. O espaço receberá ações de paisagismo, novas áreas de lazer e contemplação, além de estacionamento e iluminação. 

 

João Ubaldo – A cultura e o incentivo à leitura também serão contemplados neste processo de intervenção na orla da Pituba. Reconhecido com um dos maiores escritores contemporâneos da língua portuguesa, João Ubaldo Ribeiro (1941-2014), baiano de Itaparica, será homenageado através da estátua. A obra, confeccionada em fibra de vidro e em tamanho natural pela artista Márcia Magno, será implantada na Praça Nossa Senhora da Luz, a pedido da família do escritor. O projeto é fruto de parceria entre a Fundação Gregório de Mattos (FGM) com a Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal). 

 

“O trabalho de João Ubaldo é referência e está intimamente vinculado à identidade de Salvador e da Bahia de forma geral. Essa homenagem é uma forma da cidade reconhecer a trajetória de João, buscando apresentar sua obra a leitores da nova geração. Além disso, pensando nesta nova geração, será implantado um QR Code na estátua, de forma que as pessoas, através da leitura do código via celular, possa acessar toda a obra dele por meio digital", explica Fernando Guerreiro, presidente da FGM. 

 

A ação integra a programação do projeto Caminhos da Leitura, da Gerência de Bibliotecas e Promoção do Livro e Leitura da FGM. A iniciativa pretende incentivar a humanização das praças, por meio do hábito e do prazer da leitura, com circulação de livros, exposições, contação de histórias, encontros com escritores, entre outras atividades, em escolas, bibliotecas e praças nos bairros de Salvador. 

 

Além da estátua do escritor, a praça contará com uma caixa do programa Livres Livros, que será abastecida com obras literárias, bem como exemplares da Coleção do Selo João Ubaldo Ribeiro, lançado pela Fundação, que já conta com a publicação de oito obras dos gêneros Conto, Crônica, Literatura Infantil, Dramaturgia, Poesia, Romance e Republicação. 

 

O local ganhou bancos no entorno do monumento, a fim de promover um ambiente de lazer que estimule o prazer da leitura no próprio local. Será possível conhecer um pouco mais sobre o escritor a partir da biografia registrada na placa de inauguração e, virtualmente, através da ação #Reconectar, com impressão de um QR Code. A tecnologia permite acessar, pelo tablet ou celular com leitor de QR Code, a ficha com mais informações sobre o monumento nas línguas portuguesa, inglesa e espanhola.

0
0
0
s2sdefault