Quinta-Feira , 20 Junho 2019
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura inaugura neste sábado (22), às 10h, a Arena Aquática Salvador, onde está instalada a piscina olímpica da cidade, no local onde funcionava o antigo Clube Português. Na mesma ocasião, o prefeito ACM Neto entrega a nova Praça Wilson Lins, que faz parte do complexo esportivo. Para celebrar a inauguração, dez atletas baianos campeões de natação vão fazer uma apresentação especial na piscina. Depois deles, haverá duas exibições, uma masculina e uma feminina, em provas de 50 metros .

A Arena Aquática Salvador conta com piscina olímpica e outra semiolímpica para ações de formação de atletas e disputas de natação. A piscina olímpica, que foi usada no Estádio Aquático de Esportes Olímpicos, onde foram realizadas as disputas de natação nos jogos do Rio de Janeiro, em 2016, servirá para atletas de alto rendimento se aperfeiçoarem nos treinamentos.

Foi nela que nomes como os americanos Michael Phelps e Katie Ledecky e a húngara Kantinka Hosszú brilharam na última Olimpíada. A piscina olímpica (25 metros x 50 metros) conta com 10 raias. Já a semiolímpica (25 metros x 12,5 metros) possui cinco raias. A cessão do equipamento é fruto de um acordo de cooperação técnica entre a Prefeitura, a Aeronáutica, o Ministério dos Esportes e a Myrtha Pools, empresa italiana que fabricou a piscina e foi a responsável pela montagem na capital baiana.

O objetivo é tornar o local um grande centro aquático, que abrigará, além da natação, outros esportes, a exemplo de nado sincronizado, salto ornamental, polo aquático e maratona aquática. Isso com acesso gratuito. O espaço conta com arquibancada fixa com capacidade para 350 lugares, bem como outra móvel, para mais 350.

Há ainda estruturas para suporte aos atletas e profissionais envolvidos como vestiário, banheiros, academia de ginástica, consultório médico, lanchonete, além da portaria de acesso. A arena também conta com uma piscina de aquecimento para os esportistas e um deque. O espaço contribuirá significativamente para o fomento do esporte em Salvador, beneficiando 2,5 mil crianças e adolescentes por ano.

O investimento global nas obras foi de R$ 13,6 milhões, sendo R$ 1,5 milhão na implantação da piscina e outros R$ 7,7 milhões para construção do complexo, envolvendo a Praça Wilson Lins. Mais R$ 4,4 milhões foram investidos numa contenção em alvenaria de pedra às margens da arena aquática.

0
0
0
s2sdefault