Sábado , 07 Dezembro 2019
0
0
0
s2sdefault
 
 
O prefeito ACM neto assinou hoje (9) pela manhã a ordem de serviço para implementação do programa Território Empreendedor - Centro, que engloba uma série de ações voltadas para requalificação econômica, social e de infraestrutura na região da Avenida Sete de Setembro, mais importante área de comércio de rua de Salvador. O evento foi realizado no Centro Cultural da Câmara, na Praça Municipal. Coordenado da Secretaria Municipal da Ordem Pública (Semop), em parceria com o Sebrae e a Câmara De Dirigentes Lojistas (CDL), o  programa deve ser concluído em 2016, ano em que a Avenida Sete completa o primeiro centenário.
 
A solenidade contou com a participação da vice-prefeita Célia Sacramento, da titular da Semop, Rosemma Maluf, do superintendente do Sebrae, Edval Passos, do presidente do CDL, Antoine Tawill, da presidente da Fundação Mário Leal Ferreira, Tânia Scofield, e do representante da Polícia Militar, coronel Walter Menezes. Segundo o prefeito ACM Neto, que comandou o evento, o programa integra as ações da administração municipal para devolver a cidade à população. “Há muitos anos se fala na revitalização da Avenida Sete, mas grande parte desses discursos não passava de exercício de retórica. O projeto atual nasceu da inspiração da secretária Rosemma e engloba diferentes ações. A lógica é fazer um trabalho integrado, observando não só os aspectos econômicos, mas físicos, sociais, de segurança e de educação”, destacou o prefeito.   
 
Com várias ações já em andamento, o programa envolve uma área de dois quilômetros, entre as Mercês e a Praça Castro Alves, incluindo a Rua Carlos Gomes, Largo Dois de Julho, Avenida Joana Angélica e Baixa dos Sapateiros. De forma mais ampla, ele tem como objetivo sensibilizar, mobilizar e articular a sociedade civil organizada, governo, entidades empresariais e a academia para fortalecimento de ações conjuntas de requalificação urbana e o desenvolvimento sócio-econômico da região. “A ideia é utilizar o capital social e histórico do território para atrair clientes e valorizar o comércio local, assim como fomentar um ambiente favorável aos negócios”, explicou Rosemma Maluf.
 
Os dirigentes do Sebrae e CDL destacaram a importância do programa. “Esse é um programa de grande complexidade e marca uma parceria histórica entre o Sebrae e a Prefeitura para uma áreas mais importantes da cidade”, afirmou Edval Passos. Já Antoine Tawill apostou na construção de um projeto inovador, que vai transformar o Centro de Salvador no maior shopping a céu aberto da América Latina.
 
Intervenções - A execução do programa está dividida em cinco eixos de atuação: Empreendedorismo, Empreendedorismo Social e Acesso a Crédito; Desenvolvimento Urbano; Economia Criativa, Cultura e Turismo; Comunicação e Marketing e Prevenção à Violência e Assistência Social. Com o eixo Empreendedorismo, Empreendedorismo Social e Acesso a Crédito, são realizadas pelo Sebrae oficinas para ambulantes e empresários, através do SEI (Sei Controlar Meu Dinheiro/ Sei Planejar); consultoria para implementação dos 13 condomínios na área do projeto; e capacitações de gestão visual de lojas e educação financeira.
 
Na área do desenvolvimento urbano, a Semop conta com o apoio da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), Desal, Limpurb, Sucom, Prefeitura Bairro,Conder, Unifacs e Ufba. Para o desenvolvimento da Economia Criativa Cultura e Turismo, através da Saltur e Fundação Gregório de Mattos, o projeto visa promover uma integração entre o trade turístico local e a criação de um guia específico, com informações sobre os principais atrativos culturais, gastronômicos e comerciais, com destaque para o grande acervo arquitetônico e histórico da região.
 
Outro eixo de fundamental importância para o sucesso do projeto é a Prevenção à Violência e Assistência Social, que integra as instituições parceiras: Secretaria de Segurança Pública, Semop/Guarda Municipal, Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), 18º BPM, Brahma Kumaris e Unipaz. Já estãos endo realizadas ações de prevenção ao uso de drogas por crianças e adolescentes no ambiente escolar, através de mapeamento de escolas públicas e particulares na área de intervenção; Programa Crack, é Possível Vencer; campanha pela paz; Curso de Grafitagem para ambulantes/moradores da avenida e seu entorno; abordagem Social; e encaminhamentos para Conselho Tutelar. 
 
As intervenções vão culminar com a recuperação da estrutura física da avenida, abrangendo melhorias na via e alargamento de passeios, aumentando ainda mais a atratividade do local como centro de compras e convivência. Entre as ações e obras já realizadas e em andamento estão o ordenamento de 13 pontos de vendas de ambulantes e a recuperação de praças, como Barão de Rio Branco (Relógio de São Pedro) e São Bento. Estão em fase licitação os projetos de requalificação do Mercado das Flores e Mercado 2 de Julho.
 
 
0
0
0
s2sdefault