Terça-Feira , 23 Julho 2019
0
0
0
s2sdefault

 

 

Entre trapézios, malabares, corda, contorção, monociclo e acrobacias, as 40 crianças do Projeto TransformARTE Circo vão se apresentar no espetáculo circense “Quem, foi meu herói” neste sábado (13) e domingo (14), às 15h, na sede da Escola Picolino, situada na Avenida Otávio Mangabeira, em Pituaçu. A apresentação é o resultado do trabalho desenvolvido desde o início do mês de novembro pela Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), em parceria com o Circo Picolino. O evento será aberto aos familiares dos alunos e à comunidade em geral.

 

 

 

A coordenadora pedagógica e artística, Simone Requião, esclarece que cada aluno escolheu seu heroi para apresentação e a pesquisa foi feita em conjunto. De acordo com Simone, durante as aulas eles aprenderam cidadania na prática. “No circo, um depende do outro para fazer um exercício, é um trabalho em equipe. Então eles aprendem com a história de vida do outro, a respeitar o espaço e as diferenças”, completa.

 

Para o aluno Rafael Oliveira, 14 anos, morador de Pituaçu, o momento da apresentação o torna mais importante. “Melhora minha autoestima, pois depois da apresentação as pessoas vêm falar comigo e querem tirar foto. Na escola onde estudo, os colegas ficam curiosos pra saber como é a aula”.

 

 

 

Para Adriano Melo, 12 anos, que está há um mês no projeto, o circo passou a ser uma forma de realizar seu sonho. “Quero crescer aqui para poder dar uma vida melhor à minha mãe”, afirma, acrescentando ainda ter se identificado com o exercício de corda e que está ganhando novas amizades.

 

 

 

Já Esperança Santos, mãe de uma das alunas e moradora de Águas Claras, leva com ela mais cinco adolescentes do bairro para participar das aulas, além de colaborar no que for preciso. “Este lugar aqui é muito bom para eles, pois se desenvolvem. Minha filha era muito tímida e hoje melhorou a postura diante de outras pessoas e até nas apresentações da escola”, comemora.

 

 

 

Aulas e projeto - As aulas do TransformARTE Circo são oferecidas às terças e quintas-feiras, das 14 às 17h, na sede da Escola Picolino de Artes do Circo. O coordenador é o presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos da Bahia (Sated), Fernando Marinho, e as aulas estão sob a responsabilidade da produtora e coordenadora, Simone Requião.

 

 

 

Já o projeto TransformARTE é uma ação de inclusão social da Semps, direcionada aos jovens de famílias carentes que são atendidas pelos 28 Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Iniciadas no mês de julho, as oficinas promovidas em diversas áreas são gratuitas e, até o momento, cerca de 1.250 crianças participam das atividades. 

 

 

0
0
0
s2sdefault