Quinta-Feira , 23 Novembro 2017

 

Iracema Pereira, 70, e José Domingos Rocha, de 66, também carinhosamente tratados pelos companheiros como Irá e Merengue, se destacaram como o casal de agentes de limpeza mais animado da homenagem ao Dia do Gari, celebrado nesta terça-feira (16). As comemorações foram realizadas na sede da Limpurb, na BR-324, e foram organizadas para valorizar o trabalho desses profissionais, muitas vezes esquecidos pela sociedade, mas que executam uma atividade vital ao funcionamento das grandes metrópoles, além de serem essenciais para a conservação do meio ambiente.

 

"Estou na Limpurb desde 1981, e é sempre bom perceber que a empresa valoriza nosso trabalho e se preocupa com o bem-estar dos funcionários. Essa festa é uma forma de sentir esse cuidado, por isso procuramos retribuir à altura, com trabalho sério na hora de trabalhar, mas com muita alegria também", afirma José Domingos. Mais contida na hora de falar, embora saiba a coreografia completa de "Santinha", do pagodeiro Léo Santana, Iracema acredita que eventos desse tipo mostram um reconhecimento verdadeiro do trabalho executado pelos funcionários do órgão. "A cada ano que participo da festa me sinto mais emocionada. Gosto de dançar, dediquei quatro décadas da minha vida à Limpurb, e não é bom aproveitar esses momentos", ressalta.

 

Escolhida como madrinha do evento em 2017, a cantora Carla Cristina, ex-As Meninas ,destaca a importância de lembrar o Dia do Gari com uma homenagem justa a profissionais indispensáveis à sociedade. "É preciso respeitar muito esses profissionais. Essa turma dá muito duro e merece todo o carinho da sociedade. É preciso ainda ressaltar a importância da coleta responsável dos resíduos sólidos, destacar o trabalho excepcional realizado por estes profissionais. A maioria das pessoas só reconhece em tempos de greve, pois aí a cidade fica suja, mas é preciso ter consciência e auxiliar neste trabalho, que é árduo, mas importante", diz.

 

Homenagens - A homenagem aos garis contou com um grande almoço, brincadeiras e distribuição de prêmios para os funcionários. Escolhido para ser lembrado na categoria Reconhecimento, o agente Bernardino Ferreira reforça o sentimento de pertencimento dos trabalhadores. "Tenho quase quatro décadas de casa e, aos 68 anos, me considero um privilegiado por trabalhar em um lugar que posso chamar de minha segunda casa. É muito bonito ver o quanto somos respeitados pelos mais jovens. Essa é a primeira homenagem que recebo e é muito importante para mim".

 

Escolhida para representar a força e a garra da mulher gari, Aldemira da Silva, 60, destaca que o trabalho de agente de limpeza foi indispensável para que ela e o esposo - também gari e falecido em 2015 - criassem e educassem um casal de filhos. "Faço questão de ressaltar, quando passo nas proximidades da sede acompanhada de parentes e amigos, que esta é minha segunda casa, minha segunda mãe. Porque tudo que realizei na vida eu devo à Limpurb. No dia que eu parar de trabalhar não sei o que será de minha vida, pois minha família foi criada a partir daqui".

 

Foram homenageados ainda Adriana Nascimento, também como Mulher Gari, Florisvaldo das Neves, como Gari Mais Velho, Francisco Barreto, como Gari Aniversariante do Dia, além dos destaques Anargeval Bastos, Marivaldo Nogueira, Antônio Ismael e Luiz Ferreira. A abertura da festa se deu com uma pequena apresentação do humorista Jorge Araújo. Ainda no rol das homenagens, participaram da celebração ex-dirigentes da empresa, como Tiago Correia, Katia Alves, Fábio Mota, Jalon Oliveira e Álvaro da Silveira, além do secretário de Ordem Pública, Marcus Passos, e do atual presidente da Limpurb, Kaio Moraes.

 

"É um motivo de grande alegria comemorar esse 16 de maio, celebrando o Dia do Gari, que é nosso maior patrimônio. São pessoas que saem cedo para trabalhar, cumprem sua missão e retornam para casa com a sensação do dever cumprido. É um trabalho para guerreiros, que assumem essa atividade e a levam até o fim. Por isso é importante valorizar esse profissional", destaca Kaio Moraes.