Quarta-Feira , 26 Julho 2017

 

Como parte da 15ª Semana Nacional de Museus, a Casa do Rio Vermelho promove, entre os dias 18 e 21 de maio, um ciclo de rodas de conversas intituladas “O Indisível na Obra de Jorge Amado”. As rodas ocorrerão sempre entre 15h e 16h30, e a entrada custa R$ 20. O objetivo é abordar um pouco mais o indisível na obra de Jorge Amado, como a fé, política, linguística do povo, além de falar sobre as adaptações para linguagens como cinema e televisão.

 

No dia 18, a dramaturga e poeta Aninha Franco vai ser mediadora de uma conversa sobre "O Amado Leitor de Jorge". No dia 19, Jorge Amado Neto será o responsável por um diálogo que terá como tema "Jorge Amado, o Político". No dia 20, o tema será "Adaptando Jorge Amado", introduzido pelo ator e apresentador Jackson Costa. Encerrando a programação, no dia 21, a museóloga Ângela Pititinga falará sobre "Uma Casa de Memórias".

 

Também está disponível no local, desde a última terça-feira (16), a exposição "Cultura Popular: em cada objeto um olhar", aberta à visitação entre 10h e 17h. A exposição segue até o próximo dia 30. 

 

Localizada na Rua Alagoinhas, nº 33, no bairro do Rio Vermelho, a Casa do Rio Vermelho abre de terça-feira a domingo, e às quartas-feiras dispõe de entrada gratuita. O memorial é mantido pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), revelando a intimidade da casa onde viveram Jorge Amado e Zélia Gattai. Visitam o ambiente bucólico e acolhedor, em média, 2 mil pessoas por mês.

 

Mobilização – A Semana Nacional de Museus é um projeto promovido anualmente pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e envolve a participação de mais de mil espaços em todo país. Nessa edição, mais de mil locais oferecem 3 mil atividades especiais ao público, dentre apresentações musicais, oficinas e palestras.