Terça-Feira , 30 Maio 2017

 

 

O som dos atabaques ecoou na Casa do Benin para convocar o público a participar da programação especial da 15ª Semana Nacional de Museus. O espaço, que é gerido pela Fundação Gregório de Mattos, contará com uma intensa programação gratuita em homenagem ao Dia Internacional de Museus, celebrado dia 18 de maio. Está disponível a exposição fotográfica "Os brasileiros no Benin", que traz painéis com fotos e textos de Milton Guran. O autor é mestre em Comunicação Social pela Universidade de Brasília e doutor em Antropologia pela École des Hautes Études en Sciences Sociales de Marselha, França. A visitação é gratuita e acontece de segunda a sexta, das 9h às 17h, até o dia 15 de junho. 

 

"Essa programação traz esses vínculos que a Casa do Benin se propõe a fazer entre a cultura soteropolitana e os diversos países da África, principalmente do Benin, sempre reforçando as culturas afro-brasileiras", explicou o gerente de equipamentos culturais da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Chicco Assis.

 

O projeto Semana de Museus é promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e conta com a participação de mais de mil museus em todo país que oferecem três mil atividades especiais ao público, como apresentações musicais, oficinas entre outras coisas. Este ano, o tema escolhido para a programação foi "Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus". De acordo com o Ibram, a temporada deverá movimentar mais de 450 cidades com exposições, palestras, mesas-redondas, visitas mediadas, shows e uma série de atividades especiais.

 

Atrações - A arte gastronômica também ganha espaço na Casa do Benin, nesta sexta-feira (19), das 15h às 17h, com a Oficina de Culinária Beninense realizada pela chef de cozinha Ana Célia, que vai trabalhar com doce de goiaba e cocada. A chef comandou a cozinha da Casa do Benin por quase uma década e hoje ministra aulas pontuais de culinária baiana e africana no local. 

 

O espaço, que tem como um dos destaques de sua arquitetura a escadaria, projetada por Lina Bo Bardi, atrai estudantes de arquitetura de todo o país. A casa ainda possui no seu acervo permanente peças colhidas pelo fotografo e antropólogo Pierre Verger durante as suas expedições à África. A Casa do Benin fica na Rua Padre Agostinho Gomes, nº 17, Pelourinho.