Quinta-Feira , 24 Maio 2018
0
0
0
s2sdefault

Passe, banho de cheiro e escolha de flores. Esse foi o ritual que centenas de baianos realizaram durante esta quinta-feira (1), no Rio Vermelho, para antecipar a entrega dos presentes a Iemanjá, que será reverenciada principalmente nesta sexta-feira (02). Moradora do Canela, Flávia Cristina Oliveira, 42 anos, foi andando de casa para antecipar a entrega de flores por um motivo especial. “Venho desde criança nos dias 1 e 2 de fevereiro. Minha mãe era muito devota de Iemanjá e a gente sempre acompanhava ela. São dois anos do falecimento dela e eu resolvi dar continuidade a essa tradição na família e vim, além de pedir proteção, homenagear a Rainha do Mar”, explicou, emocionada.

Flávia optou por jogar sua flor ao mar, seguindo o mesmo ritual que sua mãe lhe ensinara. Mas os devotos também tiveram a opção de presentear Iemanjá depositando suas oferendas no Caramanchão, ao lado da Colônia de Pesca Z1, próximo ao Largo de Santana, que será levado ao mar por um grupo de pescadores nesta sexta. Esta segunda opção foi a escolhida por Maíse Falcão Barreto, 62 anos. “Vim pedir que minhas energias sejam renovadas, que a vida continue a vibrar e reverberar da melhor maneira para o mundo”, contou.

Nesta sexta (02) , às 5h da, uma alvorada de fogos de artifício marca a chegada do presente principal – ainda mantido em segredo pela Colônia de Pescadores Z1, responsável pela programação. A procissão para a entrega do presente principal e dos cerca de 600 balaios dos milhares de devotos será às 15h30. O encerramento da festa religiosa acontece às 18h, mas a parte profana deve terminar por volta das 22h, quando os equipamentos sonoros começarão a ser desligados. A festa é uma das principais manifestações com origem nas religiões de matriz africana em Salvador, e conta com o apoio da Prefeitura.

0
0
0
s2sdefault