Segunda-Feira , 12 Novembro 2018
0
0
0
s2sdefault

Uma semana após implementadas as mudanças na avenida Anita Garibaldi, na região do monumento Clériston Andrade, a Transalvador já tem registrado uma melhora significativa no tráfego da região, especialmente em horários de pico. Apesar de ainda não terem sido finalizadas, as obras realizadas no local conseguiram diminuir as retenções que se formavam devido ao fluxo de veículos que desejava fazer o retorno, muitas vezes obstruindo a passagem dos condutores com destino à praça Lord Cochrane.

“Equipes da Transalvador têm acompanhado diariamente a movimentação e já pudemos constatar uma melhora na fluidez, além da redução dos congestionamentos que se formavam naquele retorno durante os horários de pico”, afirma Fabrizzio Müller, superintendente da Transalvador. “No pico da tarde, por exemplo, entre 18h e 19h, a retenção normalmente atingia a região do Hospital Jorge Valente, o que não tem se apresentado nos últimos dias”, ressalta.

As mudanças foram elaboradas após estudos da Transalvador, no qual foram feitos levantamentos técnicos, como o de volumetria de tráfego na região, para que, então, fosse definida a opção mais viável para solucionar o problema dos congestionamentos naquele local. Agora, ambos os sentidos estão separados por um divisor de concreto. Os motoristas que desejem voltar para o Lucaia têm à disposição três faixas à esquerda para fazer o retorno. No sentido Federação e Garcia, ficam duas faixas de tráfego livres para os condutores.

“Estas intervenções beneficiam quem deseja ir em ambos os sentidos, pois segrega o fluxo pretendido e reduz a probabilidade de formação de congestionamentos, que causavam um grande transtorno para os condutores que trafegam por ali”, frisou Muller. “Agora, as três faixas conseguem comportar todo o fluxo do retorno, e, para não prejudicar quem segue em direção à praça Lord Cochrane, as duas faixas ficam livres para quem deseja seguir em frente”, conclui.

A avenida Garibaldi também passará, em breve, por um recapeamento no local da obra, além de melhorias na sinalização da via. “Todas estas ações certamente trarão ainda mais benefícios ao tráfego da região”, conclui Muller.

0
0
0
s2sdefault