Segunda-Feira , 10 Dezembro 2018
0
0
0
s2sdefault

A Transalvador já registrou este ano 46.654 abordagens de agentes da autarquia municipal durante as blitze de alcoolemia realizadas em 2018. Segundo a superintendência, 4.331 motoristas se recusaram a realizar o teste e 134 foram flagrados cometendo crime de trânsito – quando o teor alcoólico é maior ou igual a 0,3mg por litro de ar expelido. 

Ainda segundo a pasta, foram emitidos 4.486 autos de infração e 4.214 CNHs foram recolhidas. Neste ano, as equipes da Transalvador abordaram 9,2% a mais em relação ao ano passado: em todo o ano de 2017 foram abordados 42.341 condutores. À época, foram registradas 302 recusas, 40 crimes de trânsito e 5.138 autos de Lei Seca. 

A Transalvador ressalta que as blitze continuarão a ser realizadas diariamente durante a alta estação, como já ocorre nos outros períodos do ano. A autarquia busca fazer as operações nos principais eixos e vias com maior velocidade, visando garantir uma redução efetiva do risco de acidentes e na preservação da vida dos cidadãos. 

Dirigir sob o efeito de bebidas alcoólicas é infração considerada gravíssima, agravada 10 vezes. A penalidade é multa no valor de R$2.934,70, remoção do veículo e sete pontos na CNH.

 

0
0
0
s2sdefault