Segunda-Feira , 16 Dezembro 2019
0
0
0
s2sdefault

Foto: Jefferson Peixoto - SECOM

Uma turma muito animada, composta por 26 alunos da Escola Municipal Ruy de Lima Maltez, participou na tarde desta quarta-feira (5) de uma visita guiada ao Parque da Cidade (Itaigara). A atividade foi proposta pela escola como forma de simbolizar o término de uma fase dos estudos sobre preservação ambiental na data em que é celebrada o Dia Mundial do Meio Ambiente. As crianças, que cursam o 3º ano, foram guiadas por uma bióloga da Caravana da Mata Atlântica, que mostrou espécies nativas deste bioma presentes no parque, além de contar curiosidades sobre a vegetação, abordar a importância de preservar o meio ambiente e seus recursos.  

A ação de hoje foi coordenada pela professora de ciências Vandrea Costa. Para ela, a atividade é parte de um trabalho que vem sendo desenvolvido desde o início do ano letivo, e que terá continuidade no próximo semestre. “Em sala trabalhamos com recursos lúdicos, música, dança, experimentos. Aqui, o objetivo é comemorar o Dia do Meio Ambiente, mas também fazer com que eles percebam a natureza e ampliem seus conhecimentos. É uma aula de campo mesmo”, detalhou a professora.  

No projeto interdisciplinar desenvolvido na escola são envolvidos cerca de 190 estudantes do 1º ao 3º ano, com idade entre seis e oito anos. A escola mantém uma plantação de girassóis, semeada pelos estudantes em casa e na unidade de ensino. Após o recesso junino, a ação de plantio deverá repetir mas, desta vez, com a semeadura de rosas.  

Para Eduardo Correia Aranha, de oito anos, a experiência da visita foi indescritível. “Eu amei tudo. Nunca tinha vindo e vou chamar minha família para voltar aqui comigo. Eu gostei de brincar no meio da natureza, é muito bonito”, contou. Os espaços que mais chamaram a sua atenção foi a pista de skate e a ciclovia.  

Uma parceria com a Secretaria de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis), através da Caravana da Mata Atlântica, vai à escola no segundo semestre deste ano para verificar a viabilidade da criação de uma horta e espaço para jardinagem.  

De acordo com o coordenador do Parque da Cidade, André Júnior, a visitação das crianças possibilita um olhar diferenciado sobre a vida e o meio ambiente. “Este trabalho é importante porque proporciona as crianças a ter contato com o verde. Salvador é privilegiada por ter no seu coração uma área como essa com espécies da Mata Atlântica. É preciso que eles cresçam conhecendo, criando o hábito de preservação”, explicou.  

Plantio orientado – O projeto de hortas escolares desenvolvido pela Secis com a coordenação do Parque da Cidade busca envolver toda a comunidade acadêmica no projeto, manuseio e manutenção dos espaços implementados sem custo para as unidades escolares. Segundo André Júnior, mais de dez escolas já foram contempladas com o projeto. Dentre as instituições beneficiadas estão as escolas municipais Alfredo Amorim (Ribeira), Fernando Presídio (Tubarão) e a Escolab (Coutos). 

 

0
0
0
s2sdefault