Sexta-Feira , 15 Novembro 2019
0
0
0
s2sdefault

Foto: Jefferson Peixoto/Secom

Após obra de reestruturação, a horta comunitária da Vila Anaiti, no Imbuí, ganhou área acessível para idosos e pessoas com dificuldade de locomoção. O espaço teve as leiras elevadas de 20cm para 60 cm e foi entregue hoje (02) pelo secretário de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência, André Fraga.  

O projeto de modificação foi desenvolvido pelos próprios voluntários da vila e executado pela Prefeitura, através da Secis. Inaugurada em maio do ano passado, a horta está localizada em um terreno de 4.940 m² na Rua João José Rescala, na Vila Anaiti, no bairro do Imbuí. 

Para o secretário André Fraga, a elevação na altura dos espaços onde é realizado o cultivo possibilita o melhor manuseio das sementes. "O idoso e cadeirante não precisam mais se abaixar para cuidar do plantio. Temos algumas hortas acessíveis, mas pretendemos ampliar para todas", frisou Fraga.
 
O espaço conta com 24 leiras com frutas como laranja, limão, tomate, maracujá, manga e graviola. Na sessão das verduras, legumes e hortaliças, também cultivados sem agrotóxicos, já é possível notar o crescimento de quiabo, pimenta dedo de moça, coentro, salsa, couve, milho, tomilho, orégano, manjericão, açafrão, inhame, batata, abóbora, cenoura e rabanete. 

A iniciativa tem como principal agente a comunidade. Um grupo composto por 50 colaboradores voluntários atua no local se revezando entre as regas programadas, que ocorrem pela manhã e à tarde, e no monitoramento de pragas ao longo do dia, além de limpeza, replantio e demais atividades pertinentes aos cuidados com os vegetais. 

Doações - Além de proporcionar qualidade de vida aos moradores voluntários envolvidos no cuidado com a horta, o espaço dedicado ao cultivo estimula o exercício da cidadania, já que os alimentos cultivados são doados a instituições vizinhas.  

Entre as entidades beneficiadas estão escolas, creches, casas de idosos e crianças portadoras do vírus HIV. A Escola Comunitária do Bate Facho, que fica na Avenida Jorge Amado, recebe a ajuda da horta semanalmente. As 98 crianças, com idades entre 3 a 5 anos, se deliciam com legumes e temperos que se transformam em um sopão, servido às quartas-feiras.  

O espaço comunitário foi projetado em quatro alas compostas por horta, pomar, um herbário, que recebe cuidados e orientação de um médico naturalista que possui expertise no assunto, além de uma composteira, que é abastecida pela comunidade com cascas de fruta, ovo e pó de café para a produção do adubo que será utilizado nos vegetais.

0
0
0
s2sdefault