Terça-Feira , 27 Outubro 2020
0
0
0
s2sdefault

Fotos: Bruno Concha

Quem está curtindo os shows do Festival Virada Salvador, além de contar com uma estrutura bacana de estandes com alimentação e bebida, pode pagar pelo alimento de uma maneira diferente. A novidade é o aplicativo PicPay, que utiliza o QR Code para efetivar as transações, inclusive entre os comerciantes informais que atuam dentro da Arena Daniela Mercury.

Uma Vila PicPay foi criada próxima à passarela de observação dos shows e a um dos portais de acesso ao local de evento. A vila gastronômica conta com 29 estruturas de estandes e food trucks fornecendo alimentos como pastel, pizza, coxinha, Yakisoba, escondidinho, churrasco, beiju, feijoada, crepe e frutos do mar, entre outros.

Além disso, há 15 estruturas complementares de alimentação na área externa da vila e outros 600 vendedores ambulantes que também estão aceitando a forma de pagamento diferenciada. Os ambulantes tem, inclusive, três meses de isenção das taxas de utilização do aplicativo, que é de 1.99%, abaixo do que costuma ser cobrado pelas maquininhas de cartão.

Como funciona - O público que opta por pagar algum dos pratos ou bebida com o PicPay precisa apenas ter o aplicativo no celular e fazer a leitura do QR Code no crachá do vendedor no momento da compra. Com isso, o cliente elimina a necessidade de trazer dinheiro físico para a festa e o vendedor não precisa se preocupar com o troco.

A ferramenta digital também oferece uma vantagem para quem fizer a primeira compra com o PicPay. Ao utilizar o cupom SALVADOR2020, o usuário tem um retorno de 100% do valor que está pagando, com um limite de até R$ 20. Por exemplo, se o usuário do aplicativo comprar uma pizza no valor de R$ 20, ele vai receber um crédito no mesmo valor para utilizar com o produto que desejar.  
“É um benefício que estamos dando para que as pessoas utilizem e tenham uma experiência interessante na primeira compra. O PicPay é um aplicativo gratuito que só tem a beneficiar. Aqui no Brasil, ele conta com 13.4 milhões de usuários e vem sendo bastante utilizado no Nordeste”, afirmou Cristianne Alves, gestora de marca do PicPay.

Aprovação - O analista de sistema, Alexandre Dourado, de 41 anos, ficou contente ao saber da opção e pagou as coxinhas do estande Pastel da Riqueza com o PicPay. “Eu recomendo, porque é prático e fácil. Eu já uso no dia a dia e gostei de saber que aqui está aceitando”, disse.

A auxiliar administrativa Tamires Rodrigues, 28, também gostou da iniciativa e contou que vai aderir nos próximos dias de festival. “É uma inovação muito boa e essa promoção que eles estão fazendo também é bem legal”, opinou.

 

0
0
0
s2sdefault