Quinta-Feira , 16 Julho 2020
0
0
0
s2sdefault

Foto: Bruno Concha - SECOM

Acostumada a utilizar o sistema de transporte público do Elevador Lacerda diariamente, a estudante Nara Souza, 19 anos, estranhou o número de pessoas transportadas nas cabines durante a manhã desta quarta-feira (18). “Para mim, que costumo pegar lotação máxima, encontrar o Elevador com apenas quatro pessoas foi bastante estranho. Mas, além de ser mais confortável, é uma medida importante para reduzir as possibilidades de estarmos muito próximo de alguém contaminado”, avaliou.

As medidas de limitação de pessoas transportadas por cabine no Elevador Lacerda – que hoje é de 11 por cabine – começou a valer desde a última terça-feira (13). A regra vale também para o Plano Inclinado, na Liberdade. A norma de combate ao novo coronavírus visa reduzir a aglomeração de pessoas nos espaços públicos.

Um dos supervisores do Elevador Lacerda, Ailton Araújo, pontuou que, durante a manhã o fluxo de pessoas costuma ser bastante intenso no local, mas que, após os decretos estabelecidos pela Prefeitura, o número de transeuntes diminuiu. “Em algumas viagens nem está sendo preciso limitar a quantidade de passageiros, porque o número de pessoas na rua reduziu muito”, destacou

0
0
0
s2sdefault