Segunda-Feira , 13 Julho 2020
0
0
0
s2sdefault

Comércios formal e informal devem permanecer fechados no bairro

A Prefeitura, através da Secretaria de Ordem Pública (Semop), distribuiu, neste sábado (27), 727 cestas básicas para ambulantes e feirantes de São Cristóvão, bairro que cumpre medidas regionalizadas de isolamento desde a última quinta-feira (25). Os trabalhadores informais começaram a ser cadastrados pela Semop para receber os itens na própria quinta-feira (25). 

Têm direito ao benefício mesmo quem não é cadastrado como ambulante ou feirante junto à Semop ou que já tenha recebido outros tipos de auxílio por conta da pandemia. Só é necessária a comprovação de que tem ponto na localidade. Essa medida se repete em todos os bairros da cidade com medidas regionalizadas mais rígidas, para compensar o fechamento, pelo prazo inicial de sete dias, de todo o comércio informal. 

A entrega das cestas básicas em São Cristóvão, que contou com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM), ocorreu na Escola Municipal Barbosa Romeu, No total, incluindo São Cristóvão, a Semop já entregou quase seis mil cestas básicas para vendedores ambulantes e feirantes nos quase 30 bairros que já passaram por medidas regionalizadas de restrição contra a Covid-19, com o objetivo de deter a proliferação da doença e reforçar o necessário isolamento social. 

Enquanto os caminhões descarregavam as cestas, agentes da GCM organizavam a fila respeitando o distanciamento entre as pessoas de 1,5 a dois metros. Uma das primeiras a receber a cesta básica foi a ambulante Cristiane Reis dos Santos, 34 anos, que, por conta do isolamento mais rígido, está temporariamente impossibilitada de vender seus cosméticos pelas ruas e sinaleiras do bairro, que tem um comércio informal forte.

Mãe solteira de dois filhos, ela fez questão de pontuar que o benefício foi uma grande iniciativa para quem vive da atividade informal. “Esses dias não posso trabalhar no meu comércio e não teria como levar o sustento para casa. Vivo das minhas vendas para comprar comida. Sou muito agradecida, pois graças a essa cesta básica vou poder alimentar meus filhos por alguns dias”, disse ela. 

As cestas básicas possuem produtos alimentícios de primeira necessidade. Para o secretário da Semop, Marcus Passos, a iniciativa mostra a sensibilidade da Prefeitura com os ambulantes, neste momento tão crítico de pandemia, principalmente com aqueles trabalhadores informais que atuam nas áreas onde têm sido adotadas as medidas de isolamento mais rígidas. 

"Sabemos quão importante é essa iniciativa para estes trabalhadores, bem como para suas famílias, que ficarão pelo menos uma semana longe de suas funções e sem receber seu ganha-pão. Atuamos a fim de minimizar os impactos sociais e econômicos, bem como para preservar as vidas dos moradores de nossa cidade", declarou o secretário.

Imbuí - Já no bairro do Imbuí, onde as medidas foram decretadas e também passaram a valer desde a última quinta-feira (25), os agentes da Semop vão realizar a entrega de 200 cestas básicas, nesta segunda-feira (29). 

 

0
0
0
s2sdefault