Segunda-Feira , 12 Novembro 2018
0
0
0
s2sdefault

Cinco projetos foram selecionados na chamada temática Cidade Sustentável, a terceira do Edital de Inovação para a Indústria, promovido pela Prefeitura - através da Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação (Secis) - em parceria com o Senai Cimatec. Ao todo, 61 projetos foram inscritos na seleção, que também tem o apoio do Grupo Civil. Apresentaram as melhores propostas as empresas Interakt Soluções de Engenharia Ltda, Milenio Bus Ltda, Nexsolar Soluções em Energia Solar Ltda, RDO App e Solos. Dessas, três são baianas, uma é paulista e outra mineira.

Cada uma delas terá a chance de tirar suas ideias do papel e receberá o financiamento de até R$150 mil para o desenvolvimento dos produtos ou serviços sustentáveis. Os projetos voltados para a área de sustentabilidade têm foco em seis eixos: construções sustentáveis, urbanismo integrado, saneamento ambiental, monitoramento e licenciamento ambiental, energias renováveis e mobilidade urbana. Durante 12 meses, os grupos passarão pela aceleração das soluções inovadoras, que será dividida em três períodos.

“Promover o diálogo entre setor público, iniciativa privada e sociedade é uma das nossas prioridades para fomentar o ecossistema de inovação de Salvador. Esses editais têm sido fundamentais nessa tarefa porque são ferramentas que nos ajudam a incentivar, dar suporte e alavancar negócios inovadores que trarão resultados para a cidade”, explica o titular da Secis, André Fraga.

A previsão é que em novembro deste ano seja iniciada a primeira etapa: a validação das ideias. Nesse estágio, as equipes devem verificar a relevância da proposta para o desafio urbano que ela irá solucionar. Depois, serão realizadas mais duas fases, a de prototipação, que terá duração de seis meses, e a de testes, que acontecerá nos últimos três meses. Em todo o processo, os grupos serão submetidos a avaliações para acompanhar os resultados alcançados e o andamento dos projetos.

Salvador 360 - O objetivo do edital é incentivar a busca por tecnologias capazes de conciliar a melhoria da qualidade de vida da população com o uso eficiente dos recursos disponíveis. A iniciativa faz parte das ações previstas no eixo Cidade Inteligente, do Programa Salvador 360. Duas outras chamadas temáticas já foram realizadas: Cidade Inteligente e Cidade Resiliente, ambas lançadas no ano passado. Ao todo, 95 projetos inovadores com foco em mudanças para Salvador foram inscritos.

Na chamada Cidade Inteligente, que tem o objetivo de tornar os serviços na capital baiana mais tecnológicos, inovadores e eficientes, nove ideias se encontram na fase de prototipação. Já no desafio Cidade Resiliente, que visa promover a resiliência urbana na cidade, há cinco startups trabalhando na validação das soluções.

0
0
0
s2sdefault