Sexta-Feira , 15 Novembro 2019
0
0
0
s2sdefault

A capital baiana empossou nesta sexta-feira (1º) os 40 conselheiros do primeiro Conselho Gestor do Parque Municipal Marinho da Barra, sendo 20 titulares e 20 suplentes. O evento ocorreu no Yacht Clube da Bahia (Barra) e o mandato dos empossados terá duração de dois anos.

O conselho tem como objetivo debater, desenvolver e deliberar diretrizes para planos, programas e projetos referentes ao parque, assim como fiscalizar sua execução. A partir de agora os membros darão inicio a construção do regimento interno e do plano de manejo.

O titular da Secretaria de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis), André Fraga, reforçou a importância do grupo para a cidade e anunciou que o momento não poderia ser melhor com o recebimento da autorização da Marinha para iniciar a execução do balizamento e sinalização do parque. A ideia é que esse procedimento seja finalizado antes do Carnaval.

“Estou muito feliz por ter tido a oportunidade de viver esse momento. Acredito que estamos trabalhando em um grande modelo para que a gente amplie as áreas de preservação na cidade, mas não apenas as marinhas”, destacou. Além disso, o gestor reformou que estão sendo efetuados estudos pra implantação de um parque semelhante na Cidade Baixa.

Participam do conselho membros da sociedade civil, instituições de ensino, entidades ligadas a temáticas, secretarias municipais a exemplo da Ordem Pública (Semop) e Cultura e Turismo (Secult), além de entidades das instancias estadual e federal.

Para o oceanógrafo e doutor em ecologia marinha Francisco Barros, é preciso unir forças para montar uma agenda propositiva que possa efetivar as ideias em prol do parque. “Vejo esse momento como um sinal de esperança nesse momento tão difícil que é a maior tragédia ambiental na costa brasileira. Para dar um suspiro de vida tentando chegar em dias melhores para a preservação, diversidade e desenvolvimento sustentável”, afirmou.

Constam nas atribuições do órgão acompanhar e fiscalizar a criação do Diagnóstico Ambiental, do Zoneamento Ambiental e do Plano de Manejo da Unidade de Conservação; criar câmaras técnicas; e promover a realização de atividades de educação ambiental.

Equipamento – O Parque Marinho da Barra foi criado em abril deste ano através de decreto municipal. É o primeiro parque marinho contíguo ao continente do país. O equipamento está localizado entre os fortes de Santo Antônio (Farol da Barra) e Santa Maria, em uma área de 332.143 metros quadrados na entrada da Baía de Todos-os-Santos.

 

0
0
0
s2sdefault