Quinta-Feira , 28 Maio 2020
0
0
0
s2sdefault

Com a mudança no tempo nos últimos dias, a capital baiana já tem acumulado 150 mm de chuva nas recentes 72 horas. Por conta desse volume, as sirenes de alerta e alarme foram acionadas pela Defesa Civil de Salvador (Codesal) em algumas comunidades. A atitude, segundo o diretor da Codesal, Sosthenes Macedo, visa manter as famílias longe do risco de acidentes. "O sistema foi acionado para que as pessoas entendam que devem continuar fora das suas casas por conta do risco de deslizamentos  e desabamentos", reforçou o gestor. 

O acionamento das sirenes no bairro de Sete de Abril, por exemplo, já havia ocorrido no mês anterior. Hoje, o procedimento ocorreu para reforçar a importância dos moradores não retornarem às casas devido ao risco. A recomendação é que os moradores utilizem o abrigo montado na Escola Municipal Novo Marotinho, que continua em atividade. 

De acordo com o aviso meteorológico do Centro de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil de Salvador (Cemadec), a previsão do tempo para esta sexta-feira (22) é de céu nublado com chuvas fracas a moderadas, acompanhadas por rajadas de vento a qualquer hora do dia. Haverá risco para alagamentos e deslizamentos de terra na cidade. 

No sábado (23), o tempo não ficará muito diferente. A previsão do Cemadec é que o céu permaneça total ou parcialmente nublado com chuvas fracas a moderadas a qualquer hora do dia. Também há o risco de deslizamentos de terra e alagamentos. 

Auxílio a população - Apenas hoje a Codesal recebeu 350 solicitações até as 17h. Foram registrados 23 alagamentos de imóveis, um alagamento de área, 69 ameaças de desabamento, duas ameaças de desabamento de muro, 64 ameaças de deslizamento, 12 árvores ameaçando cair, quatro árvores caídas, três avaliações de área, 26 avaliações de imóveis alagados, seis desabamentos de imóveis, quatro desabamentos de muro, nove desabamentos parciais, 100 deslizamentos de terra, um destelhamento, 22 infiltrações, três orientações técnicas e um poste ameaçando cair. 

Em situação de emergência, a Defesa Civil recomenda que o cidadão entre em contato através do telefone gratuito 199.

 

0
0
0
s2sdefault