Quarta-Feira , 30 Setembro 2020
0
0
0
s2sdefault

Cerca de 800 mulheres vítimas de violência doméstica e domiciliar em Salvador vão receber, a partir desta terça-feira (4), cestas básicas e kits de higiene como apoio neste período de enfrentamento à pandemia de Covid-19. A iniciativa é realizada em parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), e o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

O material, intitulado de Kit Dignidade, contém frascos de álcool em gel, absorventes, shampoo, escova e pasta de dente, dentre outros itens. As beneficiárias também recebem máscaras de tecido, confeccionadas por artesãs do coletivo de costureiras Rede de Economia do Sagrado Solidária. 

“Sem dúvidas, essa parceria vem para somar com todas políticas públicas que já estão sendo desenvolvidas pela Prefeitura para as mulheres vítimas de violência. O objetivo é trazer esperança e uma nova perspectiva de futuro para elas”, destaca a secretária da SPMJ, Rogéria Santos.

Tanto os kits quanto os alimentos serão entregues acompanhados de folhetos informativos, elaborados com apoio de especialistas do Fundo de População da ONU e da administração municipal. A publicação ensina como se prevenir da doença causada pelo novo coronavírus, assim como reconhecer a violência de gênero e denunciar, uma vez que o número de casos pode aumentar durante a pandemia.

“Temos investido na entrega de Kits Dignidade em vários estados do país, sempre com foco em mulheres e pessoas que já estavam em situação de vulnerabilidade antes na pandemia e que podem ter sua situação agravada. É uma forma de oferecer acesso a produtos de prevenção que nem sempre estão disponíveis. Nesse contexto, é fundamental também o apoio da Prefeitura para reconhecer e proteger mulheres vítimas de violência de gênero”, afirma Astrid Bant, representante do Fundo de População da ONU no Brasil.

Estratégia - A entrega dos kits faz parte de uma parceria maior, firmada pelo Fundo e pelo Município, que envolve o Gabinete do Prefeito, a Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) e a Secretaria Municipal de Promoção Social (Sempre). 

Oficializada com a assinatura de um memorando de entendimento, a parceria prevê, inicialmente, o desenvolvimento de projetos que visem a prevenção à violência de gênero e o fortalecimento da rede de proteção às mulheres. A medida também pode envolver ações com foco no desenvolvimento sustentável e equitativo da população soteropolitana, contemplando o reconhecimento, proteção, promoção e efetivação dos direitos humanos, incluindo ações relacionadas aos direitos e necessidades de adolescentes, jovens e mulheres e considerando os recortes de raça e gênero.

 

 

 

 

0
0
0
s2sdefault