Quarta-Feira , 30 Setembro 2020
0
0
0
s2sdefault

A Fundação Gregório de Mattos participa, nesta terça-feira (15), da 16ª edição do Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (Enecult), apresentando documentários e curtas-metragens premiados por meio de edital. As produções audiovisuais ficarão disponíveis, sempre a partir das 8h, até o dia 18 de setembro, no canal da Enecult no Youtube.

Para compor a programação gratuita, a mostra apresentará três produções audiovisuais: “O Samba mora aqui”, dirigido por Vitor Rocha, premiado pelo edital da FGM, em parceria com Ancine - Arte na TV – Ano I, “Balizando 2 de julho”, de Fabíola Aquino e Márcio Lima, que acompanha a participação de membros LGBTQI+ em um desfile de Dois de Julho, e “Orin: música para os orixás”, também foi um dos selecionados para compor a programação, dirigido por Henrique Duarte e premiado pelo edital Arte Todo Dia.

“Participar do Enecult 2020 é como voltar pra uma casa acolhedora, onde lancei meu primeiro filme. Trazer agora essa história sobre o samba, ritmo fundamental para a resistência do povo negro, sincretizado com os indígenas, é também contribuir para um debate urgente: o reconhecimento e valorização de nossas raízes, historicamente marginalizadas e agredidas por um processo constante de tentativa de apagamento”, afirma Vitor Rocha, diretor de “O Samba mora aqui”.

0
0
0
s2sdefault