Logo Prefeitura de Salvador

Subúrbio e Ilhas ganham nova sede do Conselho Tutelar

ATENÇÃO: Com base na Lei Federal 9.610 (Lei de Direitos Autorais), as fotografias disponibilizadas na Agência de Notícias são exclusivamente para fins jornalísticos ou de uso pessoal pelo sujeito da imagem, e não podem ser manipuladas ou utilizadas em materiais políticos, comerciais, produtos e promoções. Também é obrigatório o crédito do autor da fotografia.


Clique na imagem para baixar!

Fotos: Lucas Moura – Secom

Secretaria de Manutenção divulga balanço de atividades de 2023; confira números e serviços

Foto: Lucas Moura / Secom PMS

A Secretaria Municipal de Manutenção da Cidade (Seman) da Prefeitura de Salvador divulgou o balanço de suas atividades referente a 2023, com ações de desobstrução e manutenção dos sistemas de drenagem entre as principais medidas. Com a limpeza de caixas coletoras, jateamento de galerias e reposição de grelhas, a pasta ajudou a restaurar a capacidade de vazão das redes, totalizando mais de 337 mil metros de desobstrução, 12.426 metros de recuperação e limpeza de mais de 20 mil unidades de caixas e dispositivos de drenagem.

A limpeza e dragagem de canais foi uma atividade rotineira para manter as condições hidráulicas da malha de macrodrenagem, prevenindo consequências das chuvas. No ano passado, foram dragados canais e córregos em uma extensão total de 38 mil metros, sendo o mês de abril o período com maior intensidade, com dragagem de 5.835 metros.

Na requalificação de escadarias, a Seman integrou programas como o “Degrau Legal” e “Salvador Bairro a Bairro”. As intervenções envolveram a substituição de estruturas em argamassa armada por dispositivos tradicionais em quase 15 mil metros de escadarias. Houve ainda intervenções na microdrenagem para a manutenção de calçadas públicas, totalizando 6.578,29 m² de calçadas conservadas. Já a manutenção de pavimentos poliédricos e rígidos abrangeu a recuperação de quase 15 mil m² de pavimentos, incluindo áreas com pisos irregulares e pavimentação asfáltica.

Durante a operação “Tapa Buraco”, foram aplicadas quase 140 mil toneladas de massa asfáltica (CBUQ) ao longo do ano passado, com o objetivo de prolongar a vida útil dos pavimentos.

Na manutenção de áreas verdes, a secretaria realizou 65.521 serviços de poda de árvores, 2.566 serviços de supressão de árvores e 778 serviços de remoção de galhos caídos, contribuindo para a sobrevivência da vegetação e segurança da população.

O secretário municipal de Manutenção, Lázaro Jezler Filho, ressaltou a relevância das ações da pasta, ao destacar que toda a infraestrutura implantada nos últimos anos em Salvador depende da manutenção. “O trabalho, obras e ações realizadas nos últimos anos em Salvador não teriam o menor sentido se não houvesse a manutenção. Então a importância das ações desempenhadas pela Seman é resguardar, manter e conservar tudo o que foi feito, e também agir preventivamente, evitando situações e problemas que possam dificultar a dinâmica e o bom andamento de Salvador”, declarou.

Prefeitura inaugura Colônia de Pescadores do Rio Vermelho e inicia obras do BRS nesta terça (30)

A Prefeitura de Salvador entrega nesta terça-feira (30) a reconstrução da Colônia de Pescadores do Rio Vermelho, obra que proporcionou mais dignidade para cerca de 60 trabalhadores que atuam no local, além de conforto para população. A nova estrutura será inaugurada pelo prefeito Bruno Reis às 9h, ao lado da Vila Caramuru, no Largo da Mariquita.

Também na ocasião, será assinada a ordem de serviço para implantação do primeiro trecho do BRS (Bus Rapid System, ou serviço rápido de ônibus, em inglês), que funcionará entre o complexo de viadutos Rei Pelé, situado entre o cruzamento das avenidas Garibaldi e Vasco da Gama, até o Jardim dos Namorados. O investimento será de R$8 milhões.

Salvador sedia evento que homenageia mestres octogenários da capoeira  

Foto: Valter Pontes/Secom PMS 

Salvador irá sediar, a partir desta quarta-feira (24), o maior evento nacional de discussão sobre o futuro da capoeira no Brasil e no mundo. O 5º Rede Capoeira, que acontecerá até o sábado (27), tem como objetivo fortalecer os saberes tradicionais, promover o direito à cultura e reconhecer os grandes mestres dessa manifestação.   

Com a participação especial de diversos mestres octogenários, o evento proporcionará debates públicos para um novo olhar sobre a capoeira, suas representatividades e necessidades. Entre os homenageados, destacam-se o Mestre João Grande, Mestre Acordeon, Mestre Boca Rica, Mestre Brandão, Mestre Felipe de Santo Amaro e Mestre Olavo, entre outros. 

O 5º Rede Capoeira abrangerá fóruns, palestras, atividades culturais, oficinas e a etapa final dos jogos internacionais de capoeira, conhecidos como Estação Paranauê.  A programação acontecerá no Espaço Cultural da Barroquinha e no Mercado Modelo, no Centro Histórico da cidade, com entrada gratuita.  

Importância histórica – Para Mestre Sabiá, idealizador e coordenador do Rede Capoeira, esse evento terá uma “importância histórica” sobre a capoeira. “Reconhecer o legado desses mestres e poder homenagear em vida é um momento marcante pra todos nós. Ressignificar o passado através de ações do presente para criarmos um novo olhar com mais perspectiva para o futuro”, explicou.  

O evento tem patrocínio master do Instituto Cultural Vale, via Lei Federal de Incentivo à Cultura, do BNDES e da Prefeitura Municipal de Salvador. “Esses mestres são nossos heróis populares, são embaixadores da cultura da capoeira pelo mundo. Esse será um momento de reverenciar e agradecer. Agradeço à Prefeitura de Salvador por abrir esse espaço e todos aqueles que enxergam a capoeira como uma cultura de resistência”, continuou Mestre Sabiá.  

Atividades variadas – O presidente da Fundação Gregório de Matos (FGM), Fernando Guerreiro, enfatizou que o evento não honrará apenas os heróis da capoeira, como também buscará construir “um espaço de diálogo e evolução”. “Olhamos para o passado com gratidão, discutindo o presente com um compromisso claro de aprimoramento e olhos voltados para o futuro”, disse.  

“Em Salvador, berço da capoeira, reforçamos o comprometimento das políticas culturais, demonstrando que a proteção dessa tradição é um legado que transcende o tempo, enraizado na identidade e no patrimônio cultural brasileiro”, completou Guerreiro.  

No primeiro dia da programação, no Espaço Cultural da Barroquinha, destaca-se a abertura oficial com homenagens aos mestres. O segundo dia será de discussões sobre economia criativa, legados do Mestre João Pequeno e apresentações culturais.  

O terceiro dia concentra-se em seletivas e rodas de conversa sobre a internacionalização da capoeira. O último dia encerra o evento com oficinas, competições e shows, celebrando a diversidade cultural e o legado da capoeira.  

Confira a programação completa:  

Quarta-feira (24/1)  

Espaço Cultural da Barroquinha  

16h às 17h – “Heróis Populares – Os Mestres”, com a presença de Sidarta Ribeiro, James Martins e Mestre Sabiá  

17h às 20h30 – “Abertura Oficial – Homenagens aos Mestres”, com a participação do cortejo Filhos de Gandhy  

20h30 às 21h30 – “Roda de Mestres homenageados”  

Quinta-feira (25/01)  

Espaço Cultural Barroquinha  

9h30 às 10h30 – “Abre Alas aos Capoeiras”, com Antônio Liberac, Mônica Beltrão e Jorge Columá  

10h30 às 11h – Roda de Capoeira  

16h às 17h30 – “Rede Capoeira – Economia Criativa (Mestres dos Saberes)”   

Mercado Modelo 

17h30 às 18h30 – “Legados do Mestre João Pequeno”, conta com a Oficina e Roda de Capoeira Angola do Mestre Jogo de Dentro  

18h30 às 20h – “Oficina Mestre João Grande”, com uma Roda de Viola  

20h às 20h40 – “Festa de João”, com o Samba de Chula   

21h às 22h30 – “Show de Tonho Matéria”  

Sexta-feira (26/1)  

Espaço Cultural Barroquinha  

9h às 13h – “Seletivas Estação Paranauê – Bahia e Mundo”  

15h às 16h30 – “Roda de Conversa – Processo de Internacionalização da Capoeira”, com Mestre João Grande, Mestre Acordeon, Mestre Jelon e Mestre Amen.   

Mercado Modelo 

9h30 às 11h – “Oficina de Berimbau e Pandeiro”, com a Fundação Mestre Bimba  

16h30 às 18h – “Oficina e Roda de Capoeira”, com Mestre Lobão e Acordeon  

18h às 19h30 – “Legados do Recôncavo”, com a presença dos Mestres Felipe, Brandão, Adó, Ivan, Goes e Carcará  

19h30 às 20h30 – “Show Ganhadeiras de Itapuã”  

20h30 às 22h – “Mestre Lua Rasta e Convidados”, com cortejo e roda no Terreiro de Jesus.    

Sábado (27/1)  

Espaço Cultural Barroquinha  

10h às 11h30 – “Oficina É Regioná”, com Mestre Nenel e Cafuné  

11h30 às 12h30 – “Samba de Roda”, com Mestra Nalvinha  

Mercado Modelo 

16h às 19h – “Estação Paranauê – Competição”  

Praça da Sé  

19h às 20h30 – “Valeu Rede Capoeira!”, com Show Gerônimo  

20h30 às 22h – “Show da banda Viola de Doze” 

Reportagem: Mateus Soares/Secom PMS 

Skip to content