Logo Prefeitura de Salvador

Clubinho da Limpurb retribui carinho das crianças com agentes de limpeza

Assim como bombeiros, policiais e pilotos de avião, os garis também povoam o imaginário e conquistam o coração das crianças, que sonham um dia vestir a farda do agente de limpeza e experimentar, mesmo por brincadeira, a tarefa de manter limpas as ruas das grandes cidades.  

Em Salvador não é diferente. Um grupo de fãs mirins virou “sócio de carteirinha” do Clubinho da Limpurb, criado pela Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb). Nesta quinta-feira (30), foi a vez da pequena Júlia das Neves ingressar no clube e ser presenteada com o uniforme de agente de limpeza de Salvador. 

Com apenas 3 anos recém-completados, fã e amiga dos garis que atuam na rua onde mora, no Arenoso, a menina não escondeu a alegria e encantamento da surpresa. Desde a criação do clubinho, no ano passado, mais de 20 crianças receberam o fardamento e certificado de membro oficial, através da empresa. 

Tudo lindo – “Lixo família brasileira” é como Júlia chama o caminhão da Limpurb que circula no bairro – o nome foi inspirado no chamado dos trabalhadores quando chegam à rua: “olha o lixo, família”. A expectativa e alegria diária pela chegada da equipe chama a atenção de todos. “Eles são meus amigos. Toda vez que eles aparecem eu pulo de alegria”, revela a garota. 

O sonho da menina, que já aprendeu a lição de não jogar lixo na rua, é cuidar de Salvador também. “Quando crescer vou fazer a mesma coisa porque é isso que me deixa feliz”, revela, já muito à vontade dentro da fardinha. “Estou pronta para deixar tudo lindo também”, dispara.  

A felicidade de Júlia ao receber o uniforme de agente de limpeza contagiou a todos. Mãe da criança, a atendente, Josiane Silva, de 35 anos, vibrou ao ver o sonho da filha realizado. “No início da pandemia, ela ficou cinco meses sem sair e sem ter contato com ninguém. O momento mais esperado do dia era a chegada do caminhão de recolhimento do lixo”, conta. 

Segundo Josiane, a filha tinha os agentes como os únicos amigos, naquele momento. Mesmo com o fim do isolamento e novas amizades, Júlia seguiu encantada pela equipe. “Quando eles apontam na esquina, ela corre para varanda para soltar beijo e fazer coração”, relata. 

Gratificante – Há um ano e dois meses atuando como agente de limpeza da Limpurb, Cristiano Silva, de 27 anos, é um dos amigos de Júlia. Ele afirma que o carinho recebido pelas crianças dá significado ao trabalho. “É gratificante receber todo esse amor. Ver a felicidade nos olhinhos dela é um incentivo para acordar pela manhã e saber que têm anjos nos aguardando com alegria”, revela. 

O presidente da Limpurb, Omar Gordilho, ressalta que o Clubinho da Limpurb foi criado para retribuir o carinho das crianças pelos garis. “Assim como a pequena Júlia, outros meninos e meninas transformam nossos garis em seus heróis e fazem questão de demonstrar o quanto admiram o trabalho que eles fazem diariamente. Ficamos felizes em proporcionar esses momentos, que apesar da simplicidade conseguem transmitir uma grande emoção, não só para as crianças, mas também para os nossos agentes”, afirmou. 

Skip to content