Logo Prefeitura de Salvador

Serviço Família Acolhedora inicia capacitação para novos interessados na segunda (5)

A Fundação Cidade Mãe (FCM) realiza na próxima segunda (5) e terça-feira (6), das 9h às 12h, a capacitação inicial para que interessados possam aderir ao Serviço Família Acolhedora (SFA). A estratégia tem como objetivo principal o acolhimento provisório de crianças por famílias voluntárias, que são preparadas, habilitadas e que residem na capital baiana.

No SFA, crianças na primeira infância, de zero a seis anos, e que foram afastadas temporariamente do convívio de suas famílias por meio de medidas protetivas expedidas pela Justiça são acolhidas de forma provisória por pessoas preparadas. Em paralelo, uma equipe técnica trabalha a família biológica para que ela possa se reestruturar. O acolhimento familiar é acompanhado de perto pelos técnicos do serviço.

“O Família Acolhedora é um serviço de proteção. Aqui na Fundação Cidade Mãe acolhemos crianças que estão em risco social que, ao invés de serem levadas para unidades de acolhimento, elas são direcionadas provisoriamente para uma família capacitada. Esse tempo de acolhimento é especial, pois é uma atenção que é dada a eles de forma exclusiva, de amor e cuidado. Enquanto isso, a equipe da FCM se empenha em buscar informações sobre a família de origem, bem como à 1º Vara da Infância e Juventude, para que seja direcionado a volta da criança para a família biológica ou então para uma adotiva”, explica a presidente da FCM, Isabela Argolo.

A inscrição das famílias interessadas em participar do Serviço Família Acolhedora é feita de maneira gratuita. Os requisitos são não possuir vínculo de parentesco com criança ou adolescente em processo de acolhimento; possuir moradia fixa em Salvador há mais de dois anos; dispor de tempo para oferecer proteção e apoio às crianças e aos adolescentes; ter idade mínima de 21 anos; gozar de boa saúde; apresentar declaração de não ter interesse na adoção e apresentar concordância de todos os membros da família maiores de 18 anos que vivem na residência.

No ato da inscrição, as famílias interessadas deverão apresentar cópia autenticada do Registro Geral (RG) e Cadastro de Pessoa Física (CPF), comprovante de residência, comprovante de rendimentos, certidão negativa de antecedentes criminais e atestado de boa saúde mental e física.

A capacitação será realizada na sede da Fundação, que fica lotada na Rua Professor Aloisio de Carvalho Filho, 219, no Engenho Velho de Brotas. Os interessados devem entrar em contato através dos telefones (71) 3202-2428 e 2429, ou pelo e-mail familiaacolhedora.salvador@fcm.ba.gov.br.

Criado: 02 Dezembro 2022

Skip to content