Logo Prefeitura de Salvador

Inscrições para nova edição do Horta em Casa abrem nesta quarta-feira (9)

Foto: Lucas Moura / Secom PMS

Para incentivar uma alimentação mais sustentável, a Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria de Sustentabilidade, Resiliência e Proteção Animal (Secis), abre as inscrições nesta quarta-feira (9) para mais uma edição do projeto Horta em Casa. O cadastramento para os novos alunos acontece até quinta (10).

Os interessados devem realizar a inscrição no site https://sustentabilidade.salvador.ba.gov.br/programas/horta-em-casa/

Para participar do processo e receber as mudas de forma gratuita, o candidato deve preencher o formulário disponível e anexar as cópias do documento de identidade (frente e verso) e do comprovante de residência. Serão selecionadas as primeiras 100 pessoas inscritas e é necessário que a documentação esteja correta.

O projeto é válido apenas para residentes de Salvador, com idade mínima de 18 anos. A lista completa com os selecionados será publicada no Diário Oficial do Município (DOM) e também estará disponível no Instagram @secissalvador. Os selecionados serão contemplados com um kit horta, para iniciar o plantio em casa.

A titular da Secis, Marcelle Moraes, ressalta a importância do projeto para e celebra a adesão contínua da população. “As pessoas se reconectam ao trabalho com a terra e com o plantio de seus próprios alimentos. É um incentivo à adoção de hábitos de vida mais saudáveis e sustentáveis”, destaca.

Os classificados receberão ainda a capacitação para a montagem da horta. O treinamento abordará as técnicas básicas de como implantar e cultivar uma horta em casa.

Confira o calendário:

Inscrições: 9 e 10 de agosto
Resultado: 16 de agosto
Entrega prevista: 17 e 18 de agosto

Verde Perto recebe propostas para adoção de mais três áreas públicas em Salvador 

Foto: Jefferson Peixoto/Secom

A Secretaria de Sustentabilidade, Resiliência, Bem-estar e Proteção Animal (Secis) publicou, no Diário Oficial do Município (DOM) desta quinta-feira (15), o chamamento público para adoção de três espaços em Salvador. São elas as áreas verdes nas ruas da Pedra Furada, em Monte Serrat, e Waldemar Falcão, no Horto Florestal, além da praça na Rua Alameda dos Jasmins, no Candeal.  

A convocação faz parte do Programa Ver de Perto, criado em 2013, com o objetivo de reaproximar a população dos espaços públicos de Salvador. A medida permite que qualquer cidadão ou empresa possa adotar uma das áreas públicas do Município para contribuir com a revitalização, conservação e manutenção do local. 

Para o diretor do Sistema de Áreas de Valor Ambiental e Cultural (Savam) da Secis, João Resch, o programa visa aproximar o cidadão soteropolitano da sustentabilidade, além de chamar atenção da população para os cuidados que devemos ter com o meio ambiente. “Hoje, em Salvador, cerca de 20 áreas estão adotadas, entre elas estão praças, canteiros e áreas verdes, que permanecem sob os cuidados do adotante pelo período de um ano, havendo possibilidade de renovação após encerramento do contrato. O nosso maior intuito é que cada vez mais pessoas estejam engajadas com os nossos projetos e abracem a pauta da sustentabilidade com a Secis”, afirma. 

Passo a passo – Para adotar o espaço, a pessoa física ou jurídica deve comunicar o interesse à Secis, reunindo cópia do RG, CPF, comprovante de endereço e certidões negativas de tributos e contribuições federais e da dívida ativa da União, bem como de Salvador. Toda essa documentação deve ser enviada ao e-mail verdeperto@ salvador. ba. gov. br ou verdepertosalvador@ gmail. com, juntamente com uma carta de intenção cujo modelo está disponível no link: https://sustentabilidade. salvador. ba. gov. br/verde-perto/. 

Após envio da documentação e da carta de intenção, a Secis realiza o chamamento público por meio de comunicado no DOM. O passo seguinte é a checagem da documentação e do processo, se não houver problemas nesta fase, o contrato de adoção é assinado.  

O termo de adoção tem vigência de um ano, podendo ser prorrogado por sucessivos períodos, desde que o adotante comprove que cumpriu com as obrigações assumidas no período. O adotante pode, ainda, colocar uma placa na área adotada, seguindo modelo apresentado pela Prefeitura. 

Reportagem: Priscila Machado/Secom 

Secis abre inscrições para 2ª edição do Horta em Casa nesta quarta (19)

A Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Resiliência e Proteção Animal (Secis) abre as inscrições, nesta quarta-feira (19), para a 2ª edição do projeto Horta em Casa, em Salvador. O cadastramento para os novos cidadãos acontece até esta quinta (20).

Os interessados devem realizar a inscrição no site www.sustentabilidade.salvador.ba.gov.br/programas/horta-em-casa/ .

Para participar do processo e receber as mudas de forma gratuita, o candidato deve preencher o formulário disponível e anexar as cópias do documento de identidade (frente e verso) e do comprovante de residência. Serão selecionadas as primeiras 100 pessoas inscritas e é necessário que a documentação esteja correta.

O projeto é válido apenas para residentes de Salvador, com idade mínima de 18 anos. A lista completa com os selecionados será publicada no Diário Oficial do Município (DOM) e também estará disponível no site da Secis. Os selecionados serão contemplados com um kit horta, para iniciar o plantio em casa.

A titular da Secis, Marcelle Moraes, ressalta a importância do projeto e celebra a adesão contínua da população. Só no último ano, a temporada capacitou 600 pessoas.

“As pessoas se reconectam ao trabalho com a terra e com o plantio de seus próprios alimentos. É um incentivo à adoção de hábitos de vida mais saudáveis e sustentáveis”, destaca.

Os classificados receberão ainda a capacitação para a montagem da horta. O treinamento ocorrerá tanto de forma presencial quanto on-line, quando serão abordadas as técnicas básicas de como implantar e cultivar uma horta em casa.

Calendário:

Inscrições: 19 e 20 de abril
Resultado: 24 de abril
Entrega: 27 e 28 de abril
Capacitação: 29 de abril

Limpurb promove ação de conscientização ambiental para a Festa de Iemanjá  

Com a finalidade de sensibilizar a população acerca dos impactos causados em detrimento do descarte irregular de resíduos nas praias e ambientes marinhos, sobretudo nas épocas festivas, a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) realizou uma ação especial, no Rio Vermelho, no último sábado (28). A iniciativa faz parte da Operação Tá na Pegada – Sua praia mais limpa, executada durante a alta estação pelo órgão.  

A ação no Rio Vermelho contou com a parceria da Ocean Care e Córregos. O grupo realizou a limpeza da faixa de areia das praias de Santana e da Paciência, recolhendo lixo, resíduos e objetos descartados de forma irregular. Uma tenda exclusiva também foi montada no Largo de Santana para esclarecer dúvidas, bem como orientar as pessoas que circulavam pela região sobre a preservação marinha e os cuidados que podem ser tomados durante as comemorações do dia 2 de fevereiro para evitar a poluição do mar.  

“É preciso ter consciência ambiental até mesmo na hora de exercitar a fé. Estamos aqui para conscientizar as pessoas e mostrar que é possível agradar Iemanjá sem causar danos ao meio ambiente e preservando o mar”, explicou o presidente da Limpurb, Omar Gordilho.  

Dicas – A ekedi Jandaucy, do Terreiro do Bogum, no Engenho Velho da Federação, dá dicas de como montar uma oferenda sustentável para a rainha do mar. “O ideal é não utilizar materiais plásticos e de metal, como brincos, pulseiras e embalagens. Se for dar um perfume, não jogar o vidro diretamente no mar e sim banhar o balaio, que deve ser de palha natural, com o líquido. Despejar e tirar os sabonetes das embalagens e abusar das flores naturais – Iemanjá adora flores e elas são altamente sustentáveis, são ideais pra presentear, não esquecendo de tirá-las da embalagem”, explica.  

Tá na Pegada – O programa conta também com divulgação de informação sobre o bom uso das praias e o jingle da campanha, através de “motodoors” que vão circulando pela orla da capital aos finais de semana. São utilizadas também bikedoors distribuídas pela cidade com dicas para curtir bem a praia neste verão e, ainda serão instaladas dez placas educativas “instagramáveis” pelas praias de Salvador, com frases educativas e convidativas a viver uma praia mais limpa. 

Salvador ganha árvore flutuante sustentável de Natal

A Praia da Preguiça, no Centro de Salvador, foi o local escolhido pela Prefeitura para receber a primeira árvore flutuante de Natal, na tarde desta segunda-feira (19). A inauguração do símbolo natalino de seis metros de altura foi realizada pela Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), com a parceria da Z6 Náutica, Bahia Marina e apoio da Fundação Aleixo Belov, Kirymurê Outrigger e Vegah.

Ao todo, 40 crianças da Gamboa de Baixo participaram da ação, conversaram com o Papai Noel e receberam livros, panetones, lanches e brinquedos. Em vez do trenó e das renas, o Papai Noel deu uma volta de canoa para animação geral da criançada. 

A árvore de natal flutuante foi produzida pelo artista plástico Gilson Cardoso a partir de materiais 100% recicláveis e reutilizáveis, a exemplo de garrafa PET, papelão, isopor, plástico e madeira. O objeto permanecerá no mar da praia da Preguiça até o dia 8 de janeiro. À noite, a árvore fica iluminada, chamando a atenção dos moradores e visitantes. 

“Além de ser uma linda obra de arte confeccionada de forma sustentável, essa ação é inédita em nossa capital e contribui ainda mais para o diálogo e fomento da educação ambiental com a nossa população”, destacou o secretário de Ordem Pública (Semop) e presidente da Limpurb, Omar Gordilho.

A sócia da Z6 Náutica, Ágatha Wicks, disse ter ficado muito feliz com o projeto. “Nos sentimos muito realizados. Esse é um trabalho coletivo, em que vários parceiros estão dando as mãos e criando forças para ajudar a comunidade. A Limpurb, juntamente com o consórcio Ecosal, pediu a nossa ajuda para a produção da balsa. Nós produzimos a balsa, juntamente com a Bahia Marina, que também ajudou com a iluminação, e também resolvemos fazer essa ação voltada para as crianças. Esse é o primeiro ano do evento e a gente pretende mantê-lo nos próximos anos, atendendo a mais pessoas”, destacou.

Nascido na comunidade da Gamboa, Henderson Almeida, de 30 anos, participou do projeto com a filha Valentina Mendonça, de 1 ano. “Achei perfeita essa ação feita pela Prefeitura com outros grupos. É uma valorização imensa e o sentimento é de gratidão mesmo por ter ações como essa voltadas para a Preguiça, que é um local que já foi muito marginalizado, mas que, através de projetos sociais, têm tido cada vez mais valorização”, declarou.

Para Richard Saback, capitão de base do clube de canoagem Kirymurê Outrigger, o projeto soma-se a outros que valorizam a praia da Preguiça. “Para essa praia é uma ação muito interessante, pois é um local que já sofreu muito preconceito há um tempo, mas por meio do esporte, como a canoagem e futevôlei, passou a entrar em cena e a ganhar holofotes”.

O Papai Noel, que escutou com atenção o pedido das crianças da Gamboa, foi João Marcelo, ex-jogador do Esporte Clube Bahia e vencedor do Campeonato Brasileiro pelo time em 1988. “É um sonho para mim. Eu nunca tive Natal na minha infância, pois minha mãe não tinha condições de comemorar, então eu sempre sonhei em ser Papai Noel um dia para conviver com as crianças e poder proporcionar a elas um pouco do que eu não tive. Por isso, não há dinheiro que pague esse momento. Estou muito feliz”, contou.

Natal Sustentável – A árvore flutuante natalina faz parte de um conjunto de ações desenvolvidas pela Limpurb para incentivar a sustentabilidade e a conscientização das pessoas em relação ao descarte de resíduos ao mesmo tempo em que promove um Natal mais bonito, divertido e iluminado em diferentes bairros da capital.

A cidade ainda conta com uma guirlanda sustentável na Praça ACM e Praça Arthur Lagos, Árvore Sustentável na Praça do Canal e Largo da Mariquita, mega árvore na Praça Tomé de Souza (Municipal) e Vila da Sustentabilidade na Praça Ana Lúcia Magalhães.

Criado: 19 Dezembro 2022

Salvamar e GCM atuam em ocorrência com peixe-boi em Itapuã

Espécie rara no litoral baiano, o peixe-boi-marinho Tupã, que havia sido reintroduzido em seu habitat natural em 2012, foi avistado na manhã de quinta-feira (17), em uma praia de Itapuã. Resgatado em 2005, na Bahia, Tupã vem sendo monitorado desde então. 

O chefe de Prevenção e Treinamento da Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar), Jou Alexandre Oliveira, foi acionado para a ocorrência por um colega salva-vidas, que avistou o animal e enviou um registro do acontecido. Logo depois, foi feito o contato com o Grupamento de Proteção Ambiental (Gepa) da Guarda Civil Municipal (GCM), que acionou o Instituto do Meio Ambiente (IMA). O Gepa e os pescadores conduziram o animal para alto-mar. 

Sinalização – “Tivemos um retorno positivo do IMA, relatando que as bandeiras roxas foram fundamentais para que eles identificassem o local do chamado. A sinalização também foi importante para impedir o acesso de banhistas à área e eventuais incidentes”, declarou Oliveira. 

Segundo o coordenador da Salvamar, Kailani Dantas, o peixe-boi apareceu durante o período de maré seca e teve dificuldade em se deslocar. “Nossa Equipe de Resposta Rápida (ERR) colocou, imediatamente, as bandeiras para auxílio do resgate”, explicou. 

Em casos semelhantes, a orientação é para que o cidadão entre em contato com a GCM, para acionamento da equipe de agentes treinados em ocorrências com animais silvestres, especialmente marinhos.  A GCM é acionada através do número (71) 3202-5312.

Skip to content