Logo Prefeitura de Salvador

Pesquisa internacional sobre trânsito de Salvador avança para 4ª rodada

A partir deste sábado (26), será iniciada mais uma etapa do estudo da velocidade em vias de Salvador, realizada pela Universidade Johns Hopkins em conjunto com a Universidade Federal do Ceará. A pesquisa não visa fiscalizar possíveis infrações ou gerar notificações.

Os pesquisadores, munidos de pranchetas e equipamentos eletrônicos, vão colher informações sobre a velocidade do tráfego nas vias soteropolitanas. A equipe é formada por cerca de 20 profissionais credenciados pela instituição norte-americana. O estudo vai analisar a evolução da velocidade em relação aos dados das pesquisas já realizadas.

A primeira fase do levantamento foi realizada no final de 2020, a segunda, em outubro de 2021 e a terceira, no primeiro semestre deste ano. Esta nova etapa deve durar até meados de dezembro. A iniciativa integra as ações de apoio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global, em parceria com a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador).

Procedimento – Os pesquisadores percorrerão oito bairros medindo a velocidade dos veículos que trafegam nesses locais. Eles não vão anotar placas de veículos, e nem abordar o cidadão. Todos os pesquisadores estarão devidamente identificados com camisetas da UFC. Para medir a velocidade eles usarão um medidor portátil. O equipamento será usado apenas para aferir a velocidade, ou seja, estes dados não são usados para gerar notificações.

A pesquisa visa analisar a dinâmica do trânsito e o comportamento dos condutores em Salvador. Além do quesito velocidade, os pesquisadores coletarão informações sobre gênero do condutor e tipo de veículo. O estudo também é realizado em Recife (PE) e já foi concluído em Fortaleza (CE), com o objetivo de promover a segurança viária e reduzir o número de vítimas de acidentes de trânsito nestes locais.

A Iniciativa Bloomberg para Segurança Viária Global (BIGRS) trabalha com as principais organizações mundiais de segurança no trânsito, para implementar atividades de segurança e coordenar com atores governamentais e não governamentais do país. Desde 2020, a entidade apoia a Prefeitura de Salvador.

Criado: 25 Novembro 2022

Transalvador implanta nova sinalização de fluxo na Paralela

Uma das vias de maior fluxo de veículos da capital baiana, a Avenida Luís Viana Filho (Paralela) ganhou um reforço inovador na sinalização. A Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) pintou o trecho final da via, no sentido Centro, de diferentes cores e números.

No local, próximo à antiga Grande Bahia, há uma confluência de fluxos veiculares. Para facilitar o tráfego, cada faixa de circulação está pintada com cor e número específicos conforme indicados pelas placas.

No caso da Paralela, o trecho onde está localizada a sinalização permite que os veículos sigam para locais como BR-324, shoppings, avenidas Garibaldi e Tancredo Neves e bairros como Itaigara, Brotas e Rio Vermelho. Portanto, a depender do destino, os condutores são orientados a circularem pelas faixas apontadas pelas sinalizações.

“Com essa estratégia pretendemos ajudar os condutores a se situarem e trafegarem na faixa adequada ao seu destino. Isso também diminui os riscos de acidentes e ajuda na fluidez do tráfego”, explica o superintendente de trânsito de Salvador, Marcus Passos.

Há estudos em andamento para implantação da sinalização em outros locais com trechos de confluência de fluxos como, por exemplo, a Avenida ACM, na região do Parque da Cidade, e do Cidade Jardim, locais que tiveram o desenho viário modificado recentemente com a implantação do BRT.

Criado: 24 Novembro 2022

Salvador é sede da 11ª reunião técnica do grupo Qualiônibus

Salvador foi escolhida para sediar a décima primeira reunião técnica do Qualiônibus, grupo de cidades e operadores em transporte que analisa as melhores práticas, usadas por empresas do setor, que podem ser replicadas em empreendimentos semelhantes, conhecido por benchmarking. Nesta quarta-feira (23), os integrantes participaram de uma visita guiada pelo Centro de Controle Operacional do BTR (CCO), na Avenida San Martin. Na oportunidade, puderam viajar nos ônibus elétricos do modal, além de conhecer todo o trecho viário e o local onde será implantado o eletroterminal da cidade. 

Além de quesitos técnicos, o Qualiônibus analisa questões sociais, como o combate ao assédio sexual nos sistemas de transporte e de gênero.  A equipe também é responsável por verificar o impacto decorrente da implantação de novos sistemas de transporte coletivo nas cidades, como o BRT, e as modificações realizadas nos sistemas, a exemplo da integração tarifária, melhorias nos pontos de ônibus, entre outros. 

De acordo com Pablo Souza, diretor de Planejamento e Mobilidade da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), a capital baiana foi selecionada para sediar o encontro devido aos avanços que apresenta no transporte. “Estamos recebendo especialistas de todo o país para debater o tema da mobilidade e trocar experiências entre as cidades”, explicou o gestor. 

Mobilidade sustentável – Salvador é também uma das cinco cidades apoiadas pela Iniciativa Transformadora de Mobilidade Urbana (Tumi), promovida pelo governo alemão, através da Agência Alemã de Cooperação Internacional (Giz). Segundo Diogo Pires Ferreira, assessor de implantação do Plano de Mobilidade, o apoio da Tumi é fundamental para o desenvolvimento das atividades relacionadas à mobilidade sustentável na cidade. 

“A iniciativa de implantar o sistema de ônibus elétricos em Salvador é um passo fundamental para o emprego da mobilidade sustentável no nosso município, que conseguimos realizar com mais segurança graças ao apoio da Tumi. Agora estamos partindo para mais uma etapa importante, que é a implantação do terminal de eletrocarga no BRT. Paralelo a isso, temos a meta de ampliar a frota de veículos elétricos do modal”, anunciou. 

Ogeny Neto, presidente da Urbanização de Curitiba (URBS), elogiou o desempenho da capital baiana em mobilidade urbana. “A cidade saiu na frente, fez um eixo elétrico estruturado. Esse piloto serve de exemplo para todo o Brasil”, afirmou. 

Atualmente o BRT de Salvador conta com oito ônibus 100% elétricos, que possibilitam a economia operacional, além de conforto e silêncio durante as viagens, aliados à emissão zero de gases e poluentes na atmosfera. O modal conta ainda com ciclovias integradas, estações com jardins suspensos e pisos rebaixados dos ônibus, na mesma altura da plataforma de embarque e desembarque.

Criado: 23 Novembro 2022

Salvador promove ação em memória das vítimas no trânsito

Fotos: Otávio Santos/Secom

Em alusão ao Dia Mundial em Memória às Vítimas do Trânsito, a Prefeitura, por meio da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) e em parceria com a Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global, instalou dois mega painéis nas avenidas Mário Leal Ferreira (Bonocô) e Luís Viana Filho (Paralela). Além dos mega painéis, durante a manhã desta terça-feira (22), foram colocadas 117 rosas e bandeiras brancas nos entornos das estruturas. O número refere-se às vidas perdidas no trânsito de Salvador em 2021.

Esta é a terceira vez que a ação é realizada na capital baiana, este ano trazendo o tema “Nós não queremos mais vítimas para serem lembradas, nós queremos viver nossas vidas juntos”. De acordo com o superintendente da Transalvador, Marcus Passos, a cidade tem reduzido significativamente o índice de acidentes nos últimos anos. O gestor reforçou ainda que é necessário contar com o bom senso e sensibilidade da população para diminuir ainda mais os números de sinistros e mortes no trânsito.

“Apesar da redução numérica, ainda perdemos 117 vidas em 2021. Sentimos muito por cada uma dessas vidas, pois sabemos que quase todas as mortes no trânsito são causadas por uma falha humana e poderia ter sido evitada”, alertou Passos.

O município se destaca também na melhoria da mortalidade dos mais vulneráveis no trânsito. No ano passado, a cidade registrou 15% menos mortes de pedestres. Já os motociclistas, categoria que mais se envolve em acidentes, tiveram redução de 9% no número de mortes.

Compromisso – Salvador também se tornou a primeira cidade do Brasil a assinar uma carta de compromisso com a ONU, com o objetivo de reduzir em 50% o número de mortes no trânsito, até 2030, e já se destacou como uma das cidades do mundo que conseguiram superar essa meta. A cidade continua investindo em ações de fiscalização, educação para o trânsito e realizando intervenções que promovem a segurança viária, a exemplo do projeto Zona 30.

A vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos, chama a atenção sobre a importância de dirigir com atenção e segurança e destaca também as ações da Prefeitura para a redução do percentual de mortes no trânsito da cidade. “Essa é uma ação muito forte. Esperamos que cada pessoa que passe por aqui veja essa placa e reflita sobre esse número de vidas que foram perdidas e entenda que o cuidado e a responsabilidade de dirigir com segurança e responsabilidade são de cada um de nós. Nos últimos anos, Salvador se destacou mundialmente na redução de mortes no trânsito. Ultrapassamos a meta da ONU sete anos antes, chegamos a reduzir 55% das mortes aqui em Salvador, mas isso ainda é pouco. Só poderemos comemorar no dia em que Salvador não registrar nenhuma morte no trânsito”, disse.

Nos anos de 2020 e 2021, uma obra artística e um painel interativo foram instalados na Barra em alusão à data. Além de Salvador, o evento acontece também em Recife (PE), Campinas (SP), Quito e Guayaquil (Equador), Guadalajara e Cidade do México (México), Bogotá e Cali (Colômbia), Buenos Aires (Argentina), além de cidades na África e Ásia que também fazem parte da Iniciativa Bloomberg.

Origem – O Dia Mundial em Memória às Vítimas do Trânsito (WDR na sigla em inglês) é celebrado no terceiro domingo de novembro há mais de 25 anos. O evento integra um movimento global que faz alusão ao ‘Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trânsito’, data que desde 2005 faz parte do calendário da Organização das Nações Unidas (ONU) e que busca chamar atenção para a tragédia que a epidemia deste tipo de morte vem provocando, especialmente em grandes centros urbanos.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), os sinistros de trânsito são a 8ª causa de morte para pessoas de todas as idades e a 1ª causa de morte de crianças e adultos jovens de 5 a 29 anos de idade. Todos os anos morrem 1,35 milhão de pessoas devido a lesões causadas pelo trânsito rodoviário no mundo. Isso significa uma morte a cada 23 segundos.

Iniciativa Bloomberg – A Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global (BIGRS) trabalha com as principais organizações mundiais de segurança viária para apoiar as cidades nas atividades de segurança no trânsito e coordenar com atores governamentais e não governamentais do país. A BIGRS enfatiza a busca por resultados e o uso de mecanismos de monitoramento e avaliação de alta qualidade para avaliar continuamente o progresso.

Especialistas se reúnem em Salvador para discutir desafios do transporte público

O prefeito Bruno Reis e o secretário de Mobilidade de Salvador, Fabrizzio Muller, participaram, nesta segunda-feira (21), da abertura da 113ª edição do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes de Mobilidade, que ocorreu no Wish Hotel, no Campo Grande. O encontro tem o objetivo de apresentar soluções e discutir os principais entraves para a mobilidade urbana no país, e reúne secretários de todos os estados da Federação. O evento contou ainda com as participações de Renato Telles, presidente do Fórum Nacional de Mobilidade Urbana (FMNU) e Ailton Brasiliense, presidente da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP).

O prefeito destacou a importância da realização do fórum em Salvador, principalmente neste momento em que a mobilidade urbana e o transporte público representam os maiores desafios de uma cidade. Ele relatou que, ao assumir a gestão, o sistema de transporte na capital baiana estava sob interdição.

“Isso ocorreu devido à divisão desigual de receita, à implementação de novos modais e à pandemia que reduziu bastante o número de passageiros. Então, foi preciso assumir a gestão de parte do sistema, comprar combustível, cuidar da manutenção dos veículos e administração do sistema ao mesmo tempo”, disse Reis.

O gestor soteropolitano também ressaltou que a tarifa já não remunera mais o sistema. “Atualmente, é inviável custear o transporte público nesse país. É preciso achar novos caminhos para subsidiar o sistema, resolver entraves com maquinário, pessoal e demais responsabilidades, como achar novas fontes de financiamento, buscar redução de impostos, dentre outras necessidades”, completou.

Discussões – O presidente do FMNU, Renato Telles, destacou que o fórum tem o objetivo de gerar conteúdo técnico para subsidiar as prefeituras com informação e conteúdo, para que possam buscar melhor qualidade de vida para as cidades. “Essa é uma oportunidade rica para coletivizar anseios, dúvidas e problemas, buscando alternativas e soluções para as angústias que afligem nossas cidades, oferecendo cada vez mais a qualidade de vida de nossas populações”.

“Esse é o principal fórum de discussão do setor, pois reúne os principais dirigentes de todo o país. Temos representantes de todas as cidades e aqui discutimos inúmeras questões importantes a respeito do transporte público, entre elas a remuneração do sistema de transporte, a forma de tarifação, a segurança viária, eletrificação da frota, transição da matriz energética, e demais assuntos importantes para o dia a dia das cidades, da população, buscando avançar e dar encaminhamento ao que for discutido aqui”, reforçou o titular da Semob, Fabrizzio Muller.

O evento terá ainda apresentações de autoridades de outros estados como Sergipe, São Paulo, Goiás e Paraná, e de representantes de instituições parceiras reconhecidas internacionalmente na área de mobilidade urbana, como a WRI, TUMI e GIZ. Entre os temas que serão discutidos durante o Fórum estão a gratuidade para idosos, a regulamentação dos aplicativos de transporte de passageiros, e a proposta do projeto de lei para criação do Marco Legal do Transporte Público.

Atividades – Em paralelo ao Fórum, também nesta segunda-feira (21) acontece o TUMI Day. O evento será realizado pela Iniciativa de Mobilidade Urbana Transformativa (TUMI), e reúne representantes das cinco cidades brasileiras escolhidas pela iniciativa para receber apoio técnico para a implantação de ônibus elétricos na operação de transporte. Durante o encontro, temas como modelos de negócios, financiamentos, estruturas necessárias e metas de sustentabilidade serão apresentadas e debatidas por técnicos da área de mobilidade.

Já na terça e quarta-feira (22 e 23) acontecem as reuniões do grupo Qualionibus, nas quais várias cidades e entidades que se reúnem para discutir diversas temáticas a respeito do transporte coletivo, tais como combate ao assédio sexual, financiamento, mobilidade e gênero, entre outros. O grupo fará também uma visita técnica ao BRT, onde poderá conhecer o local onde será implantado o Eletroterminal de Salvador, além de visitar o Centro de Controle Operacional (CCO) do BRT, um dos mais modernos do país.

Criado: 21 Novembro 2022

Salvador será sede de encontro nacional sobre mobilidade urbana

A capital baiana irá sediar, na próxima semana, uma série de eventos de âmbito nacional na área de Mobilidade Urbana. A abertura ocorrerá durante a 113ª Edição do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes de Mobilidade Urbana, a ser realizada na próxima segunda-feira (21), no Wish Hotel da Bahia, no Campo Grande. O encontro, promovido pela Prefeitura de Salvador, através da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), em parceria com a Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), vai reunir gestores e técnicos da área de todo o país, com o objetivo de trocar experiências e buscar novas soluções para a mobilidade nos centros urbanos. 

O evento terá a participação do secretário de mobilidade de Salvador, Fabrizzio Muller, além dos gestores de mobilidade de diversas cidades brasileiras. Muller, que também é vice-presidente geral do Fórum, irá apresentar as ações realizadas em Salvador para melhoria da mobilidade urbana, com destaque especial para a aquisição de ônibus elétricos para a operação do BRT. Salvador também será a primeira capital do nordeste a implantar um terminal de eletrocarga, com capacidade para carregar até 40 veículos por vez, o maior do Brasil. 

O evento terá ainda apresentações de autoridades de outros estados como Sergipe, São Paulo, Goiás e Paraná, e de representantes de instituições parceiras reconhecidas internacionalmente na área de mobilidade urbana, como a WRI, TUMI e GIZ. Entre os temas que serão discutidos durante o Fórum estão a gratuidade para idosos, a regulamentação dos aplicativos de transporte de passageiros, e a proposta do projeto de lei para criação do Marco Legal do Transporte Público. 

“O Fórum será a abertura de um grande encontro de mobilidade, que reunirá técnicos de diversos setores buscando fomentar, cada vez mais, a melhoria da mobilidade urbana em todo país através da troca de conhecimento”, pontua o secretário da Semob, Fabrizzio Muller. “É Salvador confirmando seu protagonismo tanto na temática da mobilidade urbana, como também na recém-chegada eletromobilidade, que assegura, mais uma vez, o compromisso da cidade com a redução de emissões de gases e cumprimento de suas metas definidas ao longo dos últimos anos”, complementa. 

Reuniões técnicas – Além do Fórum Nacional de Mobilidade, outras reuniões serão realizadas com as equipes técnicas da área. Em paralelo ao Fórum, também na próxima segunda-feira (21), acontece o TUMI Day. O evento será realizado pela Iniciativa de Mobilidade Urbana Transformativa (TUMI), e reunirá representantes das cinco cidades brasileiras escolhidas pela iniciativa para receber apoio técnico para a implantação de ônibus elétricos na operação de transporte. 

Durante o encontro, temas como modelos de negócios, financiamentos, estruturas necessárias e metas de sustentabilidade serão apresentadas e debatidas por técnicos da área de mobilidade. Já na terça e quarta-feira (22 e 23) acontecem as reuniões do grupo Qualionibus, nas quais várias cidades e entidades que se reúnem para discutir diversas temáticas a respeito do transporte coletivo, tais como combate ao assédio sexual, financiamento, mobilidade e gênero, entre outros. O grupo fará também uma visita técnica ao BRT, onde poderá conhecer o local onde será implantado o Eletroterminal de Salvador, além de visitar o Centro de Controle Operacional (CCO) do BRT, um dos mais modernos do país.

Criado: 17 Novembro 2022

Skip to content